- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Desporto Futebol FAF recebe ultimato da FIFA

FAF recebe ultimato da FIFA

A Federação Angolana de Futebol (FAF) foi notificada pela Federação Internacional de Futebol Associado (FIFA), para responder até sexta-feira (30) às acusações de irregularidades no processo eleitoral para o quadriénio 2020/24.

Este facto ocorre na sequência de denúncias de irregularidades feitas ao Comité de Ética do órgão-reitor da modalidade no mundo, pelo então concorrente às eleições na FAF, Norberto de Castro.

O responsável, cuja lista foi dada como inelegível pela Comissão Eleitoral, anexou documentos comprovativos das suas alegações.

Analisada a questão, a FIFA ordenou que o elenco cessante, liderado por Artur Almeida e Silva, responda a tais acusações até sexta-feira próxima, sob pena de interferir no caso.

Em declarações à ANGOP, nesta terça-feira, Adão Simão, mandatário da lista de Norberto de Castro, confirmou que das reclamações à FIFA consta o facto de na lista do elenco cessante integrarem elementos punidos por lei.

A comissão para as eleições na Federação Angolana de Futebol (FAF) chumbou a candidatura do empresário Norberto de Castro, proprietário da fundação com o mesmo nome.
(DR)

“A FIFA possui um código de ética, e, com base neste código, pessoas acusadas de corrupção e punidas, como são os casos de Artur Almeida e Bernardo Suca, não podem concorrer às eleições”, reiterou.

Adão Simão afirmou que a FIFA foi alertada sobre o facto de a lista de Artur de Almeida e Silva usar a imagem do presidente do organismo internacional, Gianni Infantino, transmitindo a ideia de que o apoia.

O antigo vice-presidente do Conselho Técnico Desportivo da FAF fez saber ainda que a Comissão Eleitoral Nacional cometeu um erro aquando do anúncio das ilegibilidades das candidaturas.

Explicou que a acta tinha sido assinada apenas por dois dos três integrantes daquele órgão, o que constitui irregularidade.

Antes do recurso à FIFA, conforme Adão Simão, as lacunas no processo eleitoral foram comunicadas ao Ministério da Juventude e Desportos e ao Tribunal Provincial de Luanda, aguardando-se por resposta até à data.

Concorrem para o cadeirão máximo da FAF Fernando da Trindade Jordão (lista A), o cessante Artur de Almeida e Silva (B), António Gomes “Tony Estraga” (C) e José Alberto Macaia (D).

- Publicidade -
- Publicidade -

Potencial petrolífero é de 40 mil milhões de dólares

As empresas angolanas do sector petrolífero apenas aproveitam cerca de 10 por cento do potencial estimado em 40 mil milhões de dólares que a...
- Publicidade -

França quer punir delito de “ecocídio”

Proposta apoiada pelo governo prevê pena de até dez anos de prisão e multa de até 4,5 milhões de euros para quem causar danos...

Burkina Faso: Jihadistas impedem o voto de 300 mil eleitores

As eleições presidenciais e legislativas no Burkina Faso tiveram lugar num contexto de ameaças de grupos radicais islâmicos. Não houve registo de violência na...

Obras do novo Aeroporto Internacional de Luanda retomadas em Janeiro de 2021 e sem financiamento adicional, garante ministro dos Transportes

As obras do novo aeroporto internacional de Luanda vão ser retomadas no princípio de 2021 e serão concluídas no prazo de dois anos, garantiu...

Notícias relacionadas

Potencial petrolífero é de 40 mil milhões de dólares

As empresas angolanas do sector petrolífero apenas aproveitam cerca de 10 por cento do potencial estimado em 40 mil milhões de dólares que a...

França quer punir delito de “ecocídio”

Proposta apoiada pelo governo prevê pena de até dez anos de prisão e multa de até 4,5 milhões de euros para quem causar danos...

Burkina Faso: Jihadistas impedem o voto de 300 mil eleitores

As eleições presidenciais e legislativas no Burkina Faso tiveram lugar num contexto de ameaças de grupos radicais islâmicos. Não houve registo de violência na...

Obras do novo Aeroporto Internacional de Luanda retomadas em Janeiro de 2021 e sem financiamento adicional, garante ministro dos Transportes

As obras do novo aeroporto internacional de Luanda vão ser retomadas no princípio de 2021 e serão concluídas no prazo de dois anos, garantiu...

Sonangol e Endiama serão parcialmente privatizadas até 2022

O Governo vai dispersar em bolsa uma parte das empresas petrolífera e diamantífera Sonangol e Endiama em 2021 ou no início de 2022, disse...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.