- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo África António Guterres apela ao diálogo na Guiné-Conacri

António Guterres apela ao diálogo na Guiné-Conacri

O secretário-geral da ONU quer uma “solução pacífica” e “diálogo” para responder à crise pós-eleitoral na Guiné-Conacri. António Guterres pediu ao presidente reeleito Alpha Condé e ao seu adversário Cellou Dalein Diallo, que contesta os resultados, para impedirem a violência.

Face aos confrontos registados depois de a comissão eleitoral ter anunciado a reeleição de Alpha Condé, o secretário-geral da ONU, o português António Guterres, pediu uma “solução pacífica” através do “diálogo”. Guterres apelou para que o presidente reeleito Alpha Condé e o seu adversário Cellou Dalein Diallo – que contesta os resultados – impeçam a violência.

“Ele lança um apelo sobretudo ao Presidente da República da Guiné e ao chefe da oposição para convencerem os seus apoiantes a acabarem imediatamente com a violência e a começarem um diálogo construtivo para encontrar uma solução pacífica à crise pós-eleitoral”, pode ler-se no comunicado divulgado este sábado.

Por outro lado, “o secretário-geral exorta os líderes de opinião e a imprensa a acabarem com todos os discursos incendiários e com os apelos à dissensão de inspiração étnica”.

Este sábado, a comissão eleitoral anunciou a vitória do Presidente cessante de 82 anos, Alpha Condé, com 59,49% dos votos, contra 33,5% para o opositor Cellou Dalein Diallo, de 68 anos. Diallo não reconhece os resultados e denuncia a “indiferença” da comunidade internacional face ao que chama de “repressão selvagem”.

Depois do anúncio dos resultados, houve novos confrontos e, pelo menos, três pessoas morreram, elevando para 18 o número de vítimas da violência pós-eleitoral depois do escrutínio de 18 de Outubro. Porém, a oposição fala em cerca de 30 vítimas mortais.

Entretanto, uma “missão de diplomacia preventiva” é aguardada em Conacri para tentar acalmar os ânimos e deve ser composta por membros da CEDEAO, da União Africana e das Nações Unidas.

A decisão de Alpha Condé se candidatar a um terceiro mandato de cinco anos, depois de uma reforma constitucional em Março, foi altamente criticada pelos seus adversários. A reforma acabou com a limitação de dois mandatos sucessivos dos presidentes e os adversários denunciaram um “golpe de Estado constitucional”. No ano passado, já a possibilidade de Alpha Condé se candidatar a um terceiro mandato gerou uma grande contestação e várias dezenas de pessoas também morreram.

Alpha Condé foi o primeiro chefe de Estado eleito democraticamente em 2010, após décadas de regimes autoritários na Guiné-Conacri. Cellou Dalein Diallo foi derrotado por Condé nas presidenciais de 2010 e de 2015, tendo proclamado a sua vitória a 19 de Outubro com base nos dados recolhidos pelos seus partidários nas assembleias de voto.

- Publicidade -
FonteRFI
- Publicidade -

Potencial petrolífero é de 40 mil milhões de dólares

As empresas angolanas do sector petrolífero apenas aproveitam cerca de 10 por cento do potencial estimado em 40 mil milhões de dólares que a...
- Publicidade -

França quer punir delito de “ecocídio”

Proposta apoiada pelo governo prevê pena de até dez anos de prisão e multa de até 4,5 milhões de euros para quem causar danos...

Burkina Faso: Jihadistas impedem o voto de 300 mil eleitores

As eleições presidenciais e legislativas no Burkina Faso tiveram lugar num contexto de ameaças de grupos radicais islâmicos. Não houve registo de violência na...

Obras do novo Aeroporto Internacional de Luanda retomadas em Janeiro de 2021 e sem financiamento adicional, garante ministro dos Transportes

As obras do novo aeroporto internacional de Luanda vão ser retomadas no princípio de 2021 e serão concluídas no prazo de dois anos, garantiu...

Notícias relacionadas

Potencial petrolífero é de 40 mil milhões de dólares

As empresas angolanas do sector petrolífero apenas aproveitam cerca de 10 por cento do potencial estimado em 40 mil milhões de dólares que a...

França quer punir delito de “ecocídio”

Proposta apoiada pelo governo prevê pena de até dez anos de prisão e multa de até 4,5 milhões de euros para quem causar danos...

Burkina Faso: Jihadistas impedem o voto de 300 mil eleitores

As eleições presidenciais e legislativas no Burkina Faso tiveram lugar num contexto de ameaças de grupos radicais islâmicos. Não houve registo de violência na...

Obras do novo Aeroporto Internacional de Luanda retomadas em Janeiro de 2021 e sem financiamento adicional, garante ministro dos Transportes

As obras do novo aeroporto internacional de Luanda vão ser retomadas no princípio de 2021 e serão concluídas no prazo de dois anos, garantiu...

Sonangol e Endiama serão parcialmente privatizadas até 2022

O Governo vai dispersar em bolsa uma parte das empresas petrolífera e diamantífera Sonangol e Endiama em 2021 ou no início de 2022, disse...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.