- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Sociedade Seis jornalistas detidos na manifestação

Seis jornalistas detidos na manifestação

O presidente do Sindicato dos Jornalistas de Angola (SJ) lamentou hoje a actuação da polícia durante a manifestação de sábado em Luanda e informou que foram detidos seis jornalistas, um dos quais agredido pela polícia.

Em declarações à Lusa, Teixeira Cândido repudiou os acontecimentos e afirmou que foram detidos três jornalistas da Radio Essencial, bem como o seu motorista, dois da TV Zimbo (um repórter e um operador de câmara) e um fotógrafo da agência de notícias francesa AFP.

Segundo Teixeira Cândido, a polícia obrigou o operador de câmara da TV Zimbo a apagar as imagens e agrediu o fotógrafo da AFP, apesar de este se ter identificado como jornalista.

Teixeira Cândido – Secretario geral do Sindicato de Jornalistas (Foto: Clemente Santos/Angop)

O responsável salientou que a direcção do sindicato vai reunir-se para analisar os acontecimentos de sábado e irá tomar posição sobre a actuação da polícia.

“Há um ano, solicitámos um encontro ao comandante provincial da polícia de Luanda e saímos de lá com a garantia de que não haveria mais detenções nem agressões. Infelizmente, voltou a acontecer e com brutalidade”, criticou.

A Lusa contactou a polícia para obter mais informações sobre as detenções, mas não obteve resposta até ao momento.

Um deputado da União Nacional para Independência Total de Angola (UNITA), Nelito Ekuikui, foi também agredido, tal como alguns activistas, que tiveram de ser assistidos no hospital.

A governadora de Luanda, Joana Lina, considerou a manifestação, que foi fortemente reprimida pela polícia, como “um acto de vandalismo e desacato às autoridades”, citada no Jornal de Angola.

Joana Lina lamentou as “cenas de violação das medidas contidas no Decreto Presidencial em vigor desde as primeiras horas de ontem” e sublinhou que são proibidos os ajuntamentos.

Afirmou ainda que não está em causa o impedimento ou limitação de direitos fundamentais, declarando que “é a própria Constituição que exige ponderação entre a liberdade de se manifestar e o dever de proteger a vida humana”.

Por outro lado, lamentou os “prejuízos incalculáveis” e apontou fins “inconfessos” de pessoas que tentam manipular os jovens.

A marcha, convocada por activistas da sociedade civil, contou com a adesão da UNITA e outras forças da oposição e visava reivindicar melhores condições de vida, mais emprego e a realização das primeiras eleições autárquicas em Angola.

- Publicidade -
FonteNJ
- Publicidade -

Livro “Recado aos chefes” já nas bancas

“Recado aos chefes” é o título do livro do jornalista José Ricardo André Francisco “Zé Ricardo”, que já está disponível nas livrarias, depois do...
- Publicidade -

Moçambique: Lisboa envia equipa avaliar necessidade de apoio em Cabo Delgado

Na próxima semana chega a Moçambique uma delegação portuguesa que vai reunir com o Governo moçambicano para se especificar o tipo de apoio que...

Programa do UNICEF Angola recebe financiamento da União Europeia

O UNICEF recebeu um financiamento da União Europeia para reforçar as suas actividades de resposta à Covid-19 na província de Luanda, com particular incidência...

Jornadas comemorativas do 10 de Dezembro: MPLA reúne secretariado do Bureau Político do Comité Central

Decorreu na manhã de hoje a 16ª reunião extraordinária do secretariado do Bureau Político do Comité Central do MPLA. O acto presidido pela Vice-Presidente...

Notícias relacionadas

Livro “Recado aos chefes” já nas bancas

“Recado aos chefes” é o título do livro do jornalista José Ricardo André Francisco “Zé Ricardo”, que já está disponível nas livrarias, depois do...

Moçambique: Lisboa envia equipa avaliar necessidade de apoio em Cabo Delgado

Na próxima semana chega a Moçambique uma delegação portuguesa que vai reunir com o Governo moçambicano para se especificar o tipo de apoio que...

Programa do UNICEF Angola recebe financiamento da União Europeia

O UNICEF recebeu um financiamento da União Europeia para reforçar as suas actividades de resposta à Covid-19 na província de Luanda, com particular incidência...

Jornadas comemorativas do 10 de Dezembro: MPLA reúne secretariado do Bureau Político do Comité Central

Decorreu na manhã de hoje a 16ª reunião extraordinária do secretariado do Bureau Político do Comité Central do MPLA. O acto presidido pela Vice-Presidente...

Hong Kong: Joshua Wong detido em regime de solitária e com luzes da cela ligadas 24 horas por dia

Político pró-democracia vai ficar isolado durante alguns dias devido a uma “sombra” detectada no seu estômago. Joshua Wong, detido na segunda-feira, pode ser condenado...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.