- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo África Costa do Marfim prepara-se para presidenciais por entre violência e contestação

Costa do Marfim prepara-se para presidenciais por entre violência e contestação

A Costa do Marfim destacou cerca de 35 mil policias e forças de segurança da Costa do Marfim para a eleição presidencial da próxima semana, após incidentes de violência mortal terem prejudicado a campanha eleitoral, segundo disseram responsáveis à AFP.

Cerca de 14 mil policiais, 14 mil gendarmes e 7 mil soldados vão garantir a segurança no dia da votação, no próximo sábado, em operação apelidada de “tromba do elefante”, uma referência ao símbolo nacional da Costa do Marfim, de acordo com a fonte policial.

As forças vão garantir a segurança das 22 mil assembleias de voto.

No poder desde 2010, o presidente Alassane Ouattara concorre a um polémico terceiro mandato, considerado “inconstitucional” pela oposição, que apelou à “desobediência civil” e a um “boicote ativo” à eleição.

Incidentes e confrontos mortais deixaram cerca de 30 mortos desde agosto. São grandes os temores de violência pós-eleitoral, após uma crise em 2010 em que 3 mil pessoas morreram, depois que Laurent Gbagbo se recusou a reconhecer a sua derrota para Ouattara.

- Publicidade -
FonteVoA
- Publicidade -

UNITA defende conclusão do pacote legislativo autárquico

A Comissão Política da UNITA defendeu a conclusão da aprovação do Pacote Legislativo Autárquico até ao final do corrente ano, no quadro da preparação...
- Publicidade -

Covid-19 faz 124ª morte em Moçambique

A pandemia da COVID-19 voltou a fazer uma vítima mortal na cidade de Maputo. Trata-se de um moçambicano de 40 anos de idade, que...

Covid-19 em Portugal: Mais 74 mortes e 4044 infectados

O número de infectados ultrapassou os 58,6 milhões em todo o mundo. Já morreram 1,38 milhões de pessoas com covid-19 e 37,4 milhões recuperaram...

Países africanos preparam regresso aos mercados em 2021

Analistas antecipam que países da África subsaariana voltem a emitir dívida a partir de 2021, depois de saída dos mercados financeiros motivada pela pandemia...

Notícias relacionadas

UNITA defende conclusão do pacote legislativo autárquico

A Comissão Política da UNITA defendeu a conclusão da aprovação do Pacote Legislativo Autárquico até ao final do corrente ano, no quadro da preparação...

Covid-19 faz 124ª morte em Moçambique

A pandemia da COVID-19 voltou a fazer uma vítima mortal na cidade de Maputo. Trata-se de um moçambicano de 40 anos de idade, que...

Covid-19 em Portugal: Mais 74 mortes e 4044 infectados

O número de infectados ultrapassou os 58,6 milhões em todo o mundo. Já morreram 1,38 milhões de pessoas com covid-19 e 37,4 milhões recuperaram...

Países africanos preparam regresso aos mercados em 2021

Analistas antecipam que países da África subsaariana voltem a emitir dívida a partir de 2021, depois de saída dos mercados financeiros motivada pela pandemia...

Em tempos de pandemia, projecto em Angola facilita contacto de reclusos com famílias

Em Angola, projecto "parlatório virtual" prevê criação de salas de vídeo para ajudar reclusos no contato com seus familiares. É uma iniciativa do centro...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.