- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Destaques Polícia frustra manifestação não autorizada em Luanda

Polícia frustra manifestação não autorizada em Luanda

A Policia Nacional frustrou ontem a realização de uma manifestação não autorizada pelas autoridades, por força das medidas restritivas de prevenção e combate à Covid-19.

Com efeito, o Decreto Presidencial, em vigor desde às zero horas do dia 24 e que actualizava as medidas de prevenção e controlo da propagação do vírus Sars-Cov-2 e da Covid-19, estabelece que “não são permitidos ajuntamentos, de qualquer natureza, superiores a cinco pessoas, na via pública”.

Dezenas de cidadãos, incentivados por activistas da sociedade civil e membros do partido Unita, tentaram, sábado, protestar contra a não indicação de uma data para as eleições autárquicas, a falta de emprego, assim como exigirem melhores condições sociais.

Desde quarta-feira última (dia 21), os organizadores da manifestação estavam notificados pelo Governo Provincial de Luanda de que não deveriam sair às ruas, por força das medidas excepcionais e temporárias a vigorar durante a situação de Calamidade Pública, decretadas a 09 deste mês e agravadas desde hoje.

Na sua notificação, o Governo de Luanda recordava ainda aos solicitantes a necessidade do pedido de autorização para a realização da manifestação necessitar da assinatura de pelo menos cinco promotores, devidamente identificados pelos nomes, profissões e moradas.

A tentativa de manifestação ficou marcada por actos de enfrentamento às forças policiais, incluindo o arremesso de pedras e outros objectos, vandalização de bens públicos, barreiras nas estradas e queima de pneus, por parte dos manifestantes, resultando em um número por determinar de feridos e detidos.

A polícia desdobrou-se em acções de contenção do movimento grevista, como mostra a imagem (Foto: D.R.)

A ANGOP constatou no local que os manifestantes tentaram cortar o trânsito temporariamente em alguns troços da Avenida Deolinda Rodrigues e atearam fogo no troço adjacente à BCA, em protesto contra as barreiras impostas pela Polícia Nacional.

Os bombeiros foram chamados a acudir vários focos de incêndio na via pública.

A mole humana querendo contornar a barreira policial na Avenida Deolinda Rodrigues em Luanda (Foto: D.R.)

De salientar o facto de grande parte dos manifestantes se ter apresentado sem máscaras, ou com as mesmas colocadas abaixo do queixo, assim como não terem respeitado o distanciamento físico.

Uma fonte da Polícia Nacional informou à ANGOP que a corporação fará, nas próximas horas, uma comunicação oficial sobre os acontecimentos ocorridos.

Devido ao elevado clima de insegurança que se vivia, a ANGOP não conseguiu, no local, ouvir ninguém afecto à organização da manifestação.

- Publicidade -
FonteANGOP
- Publicidade -

Hong Kong: Joshua Wong detido em regime de solitária e com luzes da cela ligadas 24 horas por dia

Político pró-democracia vai ficar isolado durante alguns dias devido a uma “sombra” detectada no seu estômago. Joshua Wong, detido na segunda-feira, pode ser condenado...
- Publicidade -

Já se conhece o resultado da autópsia a Diego Armando Maradona

Diego Armando Maradona morreu, nesta quinta-feira, aos 60 anos, na cidade de Tigres, na Argentina. No decorrer da madrugada de quarta para quinta-feira, na...

Em Cabo Delgado “não há diálogo com os terroristas”

O Governador de Cabo Delgado, Valige Tauabo, assume, em entrevista ao Plataforma, que a situação naquela província do norte de Moçambique se tem vindo...

Rafael Marques diz que activistas devem estar mais bem preparados para encontros com PR

O presidente de direcção do Centro de Estudos para Boa Governação UFOLO, jornalista Rafael Marques Morais, defende a necessidade imperiosa de os activistas poderem...

Notícias relacionadas

Hong Kong: Joshua Wong detido em regime de solitária e com luzes da cela ligadas 24 horas por dia

Político pró-democracia vai ficar isolado durante alguns dias devido a uma “sombra” detectada no seu estômago. Joshua Wong, detido na segunda-feira, pode ser condenado...

Já se conhece o resultado da autópsia a Diego Armando Maradona

Diego Armando Maradona morreu, nesta quinta-feira, aos 60 anos, na cidade de Tigres, na Argentina. No decorrer da madrugada de quarta para quinta-feira, na...

Em Cabo Delgado “não há diálogo com os terroristas”

O Governador de Cabo Delgado, Valige Tauabo, assume, em entrevista ao Plataforma, que a situação naquela província do norte de Moçambique se tem vindo...

Rafael Marques diz que activistas devem estar mais bem preparados para encontros com PR

O presidente de direcção do Centro de Estudos para Boa Governação UFOLO, jornalista Rafael Marques Morais, defende a necessidade imperiosa de os activistas poderem...

ANPG cedeu blocos petrolíferos da Bacia do Namibe

A Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANPG) anunciou, hoje, ter concluído a negociação directa (uma das modalidades contratuais de atribuição de poços)...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.