InicioMundo LusófonoMoçambiqueMoçambicano condenado a 40 anos por violar duas filhas menores

Moçambicano condenado a 40 anos por violar duas filhas menores

O Tribunal Judicial Provincial da Zambézia condenou a uma pena de 40 anos de prisão um pai de 31 anos por violação de duas filhas.

O Tribunal decidiu também que o condenado deve indemnizar as vítimas com trezentos e cinquenta mil meticais (cerca de quatro mil euros), noticiou hoje a Rádio Moçambique.

O pai foi condenado por violar as filhas de 10 e 11 anos de idade na cidade de Gurué, no norte da província da Zambézia, num caso denunciado à Polícia pela comunidade local no mês de março.

O homem, viúvo, é pai de outros três filhos.

O abuso sexual de menores é um dos flagelos que afeta as raparigas em Moçambique, aliado a outras situações como os casamentos prematuros, gravidez precoce, maus tratos, trabalho forçado e dificuldades no acesso à educação.

Moçambique continua a registar uma das taxas mais elevadas de prevalência de uniões prematuras, com cerca de 48% das raparigas a casarem-se antes de atingir os 18 anos.

Os casamentos são geralmente negociados pelas famílias e usados como estratégia para escapar à pobreza.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.