- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Moçambique Moçambique: MDM acusa FRELIMO de atacar a sua comitiva em Inhambane

Moçambique: MDM acusa FRELIMO de atacar a sua comitiva em Inhambane

O partido no poder já negou as acusações da segunda maior força da oposição. Mesmo assim o MDM exige que a polícia esclareça o caso. 

O incidente contra a comitiva do segundo maior partido da oposição, o Movimento Democrático de Moçambique (MDM), terá ocorrido durante a noite da última quinta-feira (15.10), na vila de Mabote, a oeste da província de Inhambane, sul de Moçambique.

Depois de um longo percurso desde a capital provincial até àquele distrito, desconhecidos teriam se deslocado ao local de hospedagem da comitiva provincial do partido do galo para sabotar as viaturas.

Artur Faduco, o delegado do MDM, disse que a vandalização da viatura ocorreu durante a estadia do grupo no distrito de Mabote, onde trabalhavam.

“Reportamos o caso à polícia e no dia seguinte tivemos a informação de que a Organização da Juventude Moçambicana (OJM) estava à nossa espera no povoado de Macuacua, que faz limite com o distrito de Funhalouro”, conta.

“É o partido no poder que está a inviabilizar o nosso trabalho”, acusa Faduco.

Bandeira do MDM erguida pelos seus membros.
(DR)

Desmente acusação
O secretário da OJM na província de Inhambane, Celso Calege, desmentiu a acusação.

“Não é uma prática nossa. Somos uma organização do partido Frente de Libertação de Moçambique (FRELIMO), guiada pelos princípios éticos e morais que nos distanciam destas atitudes”, afirma.

“Privilegiamos a paz e o diálogo em caso de contendas e não vandalizar […]. Em nenhum momento a juventude comporta-se desta forma. Se algo aconteceu ao nível do distrito de Mabote eu penso que deve se fazer um aprofundamento local com a polícia e todos mais e não necessariamente olhar-se para OJM como mentor desta ação”, argumenta Calege.

Segundo Artur Faduco, do MDM, o atentado é mais um, entre vários outros actos de intolerância política do partido no poder, que a FRELIMO protagoniza já há vários anos. Para o delegado do MDM, isso mostra, claramente, a falta de “espírito de convivência política na província de Inhanbane”.

“Estes actos não começaram hoje, [mas] vinham acontecendo durante a campanha, em todo momento que o MDM fazia o seu trabalho no distrito de Mabote. Temos muitos episódios e lembranças dos nossos companheiros, que acabaram ficando deficientes por causa destas atitudes do partido no poder”, diz.

Viatura do delegado do MDM alegadamente sabotada.
(DR)

Pneus vazados e vidros perfurados
No local, todos os pneus da viatura principal do delegado foram vazados e os vidros perfurados. Mas não há registo de vítimas. Os membros do MDM dizem ter reportado a ocorrência à Polícia da República de Moçambique (PRM).

Porém, “estranhamente, a polícia, na pessoa do chefe das operações, disse que tinha informação da nossa ida para lá, mas ele espera uma comunicação oficial da nossa parte”, explicou Artur Faduco.

Nesta segunda-feira (19.10), na cidade da Beira, o porta-voz do MDM, Sande Carmona, solicitou, através de uma conferência de imprensa, uma investigação urgente e séria para a responsabilização dos autores.

“Gostaríamos de exortar as forças policiais de Inhambane a usarem os meios disponíveis a fim de esclarecer estes casos. E também para a devida reposição dos danos à viatura e às pessoas que faziam parte da brigada desde Mabote à Funhalouro, de modo a evitar a eclosão de conflitos políticos e sociais”.

Em Setembro passado, uma comitiva liderada pelo presidente do partido MDM, Daviz Simango, enfrentou enormes dificuldades para se reunir na cidade de Inhambane.

O espaço reservado e pago para o efeito ficou indisponível para albergar os quadros do partido. Um episódio semelhante aconteceu recentemente, na mesma província, com o líder do maior partido de oposição, a Resistência Nacional Moçambicana (RENAMO), Ossufo Momade.

- Publicidade -
FonteDW
- Publicidade -

Luanda: Mais de 600 famílias vivem em absoluta miséria no bairro do Povoado e Cabo Ledo – Realojamento aguardado há 7 anos – O...

Há sete anos que os moradores do bairro do Povoado e Cabo Ledo, no distrito urbano da Samba, município de Luanda, aguardam pelo realojamento...
- Publicidade -

Conferência Internacional de Arbitragem aborda ‘Resolução de conflitos em tempos de mudança’

Adicionalmente, em formato de workshop, será abordada a Resolução de Disputas no Desporto Profissional. Resolução de Conflitos em Tempos de Mudança é o tema fulcral...

TPA apresenta reportagens sobre corrupção em Angola

A Televisão Pública de Angola (TPA) iniciou, na segunda-feira, a apresentação de uma série de 11 reportagens intituladas “O Banquete”, que mostra como altas...

Morreu Diego Maradona, avança a imprensa argentina

Antiga estrela do futebol tinha 60 anos. A antiga estrela do futebol mundial, Diego Armando Maradona, morreu esta quarta-feira aos 60 anos, avança a imprensa argentina. Maradona,...

Notícias relacionadas

Luanda: Mais de 600 famílias vivem em absoluta miséria no bairro do Povoado e Cabo Ledo – Realojamento aguardado há 7 anos – O...

Há sete anos que os moradores do bairro do Povoado e Cabo Ledo, no distrito urbano da Samba, município de Luanda, aguardam pelo realojamento...

Conferência Internacional de Arbitragem aborda ‘Resolução de conflitos em tempos de mudança’

Adicionalmente, em formato de workshop, será abordada a Resolução de Disputas no Desporto Profissional. Resolução de Conflitos em Tempos de Mudança é o tema fulcral...

TPA apresenta reportagens sobre corrupção em Angola

A Televisão Pública de Angola (TPA) iniciou, na segunda-feira, a apresentação de uma série de 11 reportagens intituladas “O Banquete”, que mostra como altas...

Morreu Diego Maradona, avança a imprensa argentina

Antiga estrela do futebol tinha 60 anos. A antiga estrela do futebol mundial, Diego Armando Maradona, morreu esta quarta-feira aos 60 anos, avança a imprensa argentina. Maradona,...

Músico Teta Lágrimas aponta aumento da qualidade no produto musical angolano (Vídeo Fair Play)

Membro de uma família de músicos, que desde criança se apaixonou pela arte, Teta Lágrimas considera que a música angolana ganhou muito nos últimos...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.