- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Sociedade Huambo: Detidos grupo de marginais altamente perigosos

Huambo: Detidos grupo de marginais altamente perigosos

O Ministério Público (MP) decretou a prisão preventiva a 20 homens, “altamente perigosos”, acusados de liderar várias organizações de marginais, responsáveis por assassinatos, incluindo o homicídio do segurança da loja de roupa usada ocorrido em Dezembro do ano passado, no Huambo.

Roubos, vandalismo, crime ambiental, violações e assaltos à mão armada em residências e na via pública, são outros dos crimes imputados a este grupo, avançou ao Novo Jornal fonte da Procuradoria-Geral da República (PGR) junto do SIC-Huambo.

Os arguidos, em prisão preventiva desde hoje, medida de coacção mais gravosa, estão acusados nos autos da prática de crimes de homicídio voluntário e qualificado, roubos e furtos qualificados, tráfico e posse de droga, fogo posto e acções criminosas realizadas nos bairros Santa Iria, Vila Graça, Benfica, Camussamba, São Bento, Caquelewa e nos municípios do Huambo, Londuimbali e Longonjo.

Segundo a fonte, para além de serem apontados como autores de uma série de crimes, em que se inclui os homicídios voluntários e qualificados por disparo de arma de fogo e com arma branca, os 20 arguidos estão implicados na constituição de vários grupos de marginais.

“São considerados altamente perigosos. Para além de serem assaltantes temidos, também formaram diversos grupos de marginais”, avançou a fonte da PGR, informando que os elementos em causa assassinaram um segurança de uma loja de roupa usada (fardo) durante um assalto no bairro Bomba Alta, arredores da cidade do Huambo, em Dezembro de 2019.

Os arguidos efectuaram disparos que atingiram a região do abdómen de um cidadão de 33 anos, segurança da loja, bem como de um outro de 36, motociclista, que se encontrava parado ao pé da loja.

“Os tiros, especialmente contra o segurança, que não representava nenhum perigo para os meliantes, porque tinha a sua arma às costas, deixaram prova clara que estes elementos foram com a intenção de assaltar e disparar para matar”, referiu.

O Novo Jornal apurou junto do Serviço de Investigação Criminal (SIC) Huambo que todos os arguidos são reincidentes e suspeitos de serem os grandes responsáveis da vaga de criminalidade que tem tirado o sono à população na província do Huambo.

- Publicidade -
FonteNJ
- Publicidade -

UNITA defende conclusão do pacote legislativo autárquico

A Comissão Política da UNITA defendeu a conclusão da aprovação do Pacote Legislativo Autárquico até ao final do corrente ano, no quadro da preparação...
- Publicidade -

Covid-19 faz 124ª morte em Moçambique

A pandemia da COVID-19 voltou a fazer uma vítima mortal na cidade de Maputo. Trata-se de um moçambicano de 40 anos de idade, que...

Covid-19 em Portugal: Mais 74 mortes e 4044 infectados

O número de infectados ultrapassou os 58,6 milhões em todo o mundo. Já morreram 1,38 milhões de pessoas com covid-19 e 37,4 milhões recuperaram...

Países africanos preparam regresso aos mercados em 2021

Analistas antecipam que países da África subsaariana voltem a emitir dívida a partir de 2021, depois de saída dos mercados financeiros motivada pela pandemia...

Notícias relacionadas

UNITA defende conclusão do pacote legislativo autárquico

A Comissão Política da UNITA defendeu a conclusão da aprovação do Pacote Legislativo Autárquico até ao final do corrente ano, no quadro da preparação...

Covid-19 faz 124ª morte em Moçambique

A pandemia da COVID-19 voltou a fazer uma vítima mortal na cidade de Maputo. Trata-se de um moçambicano de 40 anos de idade, que...

Covid-19 em Portugal: Mais 74 mortes e 4044 infectados

O número de infectados ultrapassou os 58,6 milhões em todo o mundo. Já morreram 1,38 milhões de pessoas com covid-19 e 37,4 milhões recuperaram...

Países africanos preparam regresso aos mercados em 2021

Analistas antecipam que países da África subsaariana voltem a emitir dívida a partir de 2021, depois de saída dos mercados financeiros motivada pela pandemia...

Em tempos de pandemia, projecto em Angola facilita contacto de reclusos com famílias

Em Angola, projecto "parlatório virtual" prevê criação de salas de vídeo para ajudar reclusos no contato com seus familiares. É uma iniciativa do centro...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.