- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Europa Dinamarquês que matou jornalista num submarino tentou fugir da prisão

Dinamarquês que matou jornalista num submarino tentou fugir da prisão

O dinamarquês condenado por torturar e matar uma jornalista sueca no seu submarino privado fugiu esta terça-feira da prisão, onde cumpre prisão perpétua, mas foi recapturado pela polícia, noticiou o tabloide Ekstra Bladet.

O jornal publicou um vídeo que mostra Peter Madsen sentado na relva, com as mãos atrás das costas, junto de agentes da polícia.

A polícia anunciou no Twitter que “um homem foi detido depois de uma tentativa de fuga” e um porta-voz da polícia, Claus Buhr, precisou à agência Associated Press que se trata de Peter Madsen.

Uma testemunha, Frank Jensen, disse ao Ekstra Bladet que viu a polícia rodear uma carrinha branca, abrir a porta e puxar Madsen. A cena passou-se nas proximidades da prisão de Herstedvester, em Albertslund, um subúrbio de Copenhaga.

Peter Madsen foi condenado em 2018 a prisão perpétua por torturar e assassinar Kim Wall, uma jornalista sueca de 30 anos que em 2017 levou para bordo do seu submarino com a promessa de uma entrevista.

A jornalista estava a trabalhar numa reportagem sobre Madsen, um engenheiro autodidata que construiu ele próprio o submarino, a que chamou UC3 Nautilus.

Madsen, concluiu o tribunal, torturou a jornalista, matou-a, desmembrou o corpo e atirou-o ao mar.

O condenado nega ter morto Wall, alegando que ela morreu acidentalmente depois de uma queda no submarino, mas admitiu tê-la desmembrado e lançado os restos mortais no Mar Báltico.

Recorreu da sentença, mas há cerca de um mês admitiu o homicídio numa entrevista.

Na Dinamarca, a pena perpétua corresponde normalmente a 16 anos de prisão, após os quais o condenado é avaliado para determinar se continua a representar um perigo para a sociedade, podendo ser libertado ou mantido na prisão.

- Publicidade -
- Publicidade -

Petro vence Akonangui com golo de Tiago Azulão

Um golo de Tiago Azulão, marcado aos 36 minutos, a passe de Pedro, foi suficiente para o Petro de Luanda iniciar com vitória a...
- Publicidade -

Pfizer, Moderna e AstraZeneca: que diferenças há entre as três vacinas contra a Covid-19?

Em pouco mais de dez meses, investigadores de todo o mundo conseguiram desenvolver potenciais vacinas contra a Covid-19. Há mais de uma dezena de...

Polícia vai investigar a morte de Maradona

O diário argentino 'Ole' escreve que a Polícia daquele país vai investigar a fundo os contornos da morte de Diego Armando Maradona. A ideia é...

Sub-17 conquistam bronze na Taça Cosafa

A Selecção Nacional Sub-17 de futebol masculina conquistou ontem, o terceiro lugar da Taça Cosafa, após vencer, 2-1, a congénere do Malawi, em jogo...

Notícias relacionadas

Petro vence Akonangui com golo de Tiago Azulão

Um golo de Tiago Azulão, marcado aos 36 minutos, a passe de Pedro, foi suficiente para o Petro de Luanda iniciar com vitória a...

Pfizer, Moderna e AstraZeneca: que diferenças há entre as três vacinas contra a Covid-19?

Em pouco mais de dez meses, investigadores de todo o mundo conseguiram desenvolver potenciais vacinas contra a Covid-19. Há mais de uma dezena de...

Polícia vai investigar a morte de Maradona

O diário argentino 'Ole' escreve que a Polícia daquele país vai investigar a fundo os contornos da morte de Diego Armando Maradona. A ideia é...

Sub-17 conquistam bronze na Taça Cosafa

A Selecção Nacional Sub-17 de futebol masculina conquistou ontem, o terceiro lugar da Taça Cosafa, após vencer, 2-1, a congénere do Malawi, em jogo...

Autárquicas no Brasil põem à prova Bolsonaro

Os brasileiros vão este domingo, 29 de Novembro, às urnas para a segunda volta das eleições municipais. Este escrutínio tem valor de teste para...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.