InicioAngolaPolíticaPresidente da CEEAC defende construção de destinos comuns

Presidente da CEEAC defende construção de destinos comuns

O Presidente em Exercício da Comunidade Económica dos Estados da África Central (CEEAC), Ali Bongo, declarou este domingo que a única forma de tornar eficaz a integração do bloco regional é promover a construção de uma comunidade de “destinos unidos” para os povos.

Ao discursar por ocasião da comemoração da primeira edição do Dia da Integração Regional da África Central, sob o tema: “A CEEAC na encruzilhada da Integração da África Central”, Ali Bongo sublinhou que esta primeira celebração deve levar os estados a comprometerem-se em programas e projectos que vão permitir uma integração regional efectiva.

Exortou os povos da África Central, especialmente os jovens, a se apropriarem dos valores que nortearam a criação da comunidade, “pois para mim são o fermento da cidadania comunitária”, indicou. Nesta perspectiva, pediu à Comissão da CEEAC para trabalhar na materialização do lema e do hino da Comunidade.

“No momento em que celebrarmos o primeiro dia da integração regional, devemos mais do que nunca ter presente o nosso desejo de fazer da CEEAC um espaço de paz, prosperidade e solidariedade”, frisou o Presidente do Gabão.

Ao concluir o seu discurso prestou homenagem aos pais fundadores da comunidade, cuja visão política tornou possível dispor deste importante instrumento de desenvolvimento que é a CEEAC.

O Tratado que estabelece a Comunidade Económica dos Estados da África Central (CEEAC), foi assinado a 18 de Outubro de 1983, em Libreville (Gabão).

O objectivo dos países fundadores era promover e fortalecer a cooperação harmoniosa e o desenvolvimento dinâmico e equilibrado dos Estados da África Central, a fim de melhorar as condições de vida e bem-estar dos cidadãos dos Estados membros.

FonteAngop

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.