InicioCovid-19Covid-19: Secretário-Geral da OLP transferido para hospital israelita

Covid-19: Secretário-Geral da OLP transferido para hospital israelita

O secretário geral da Organização de Libertação da Palestina (OLP) e principal negociador dos palestinianos, Saeb Erekat, foi hoje evacuado da sua residência na margem ocidental do Rio Jordão para um hospital em Israel devido ao agravamento de uma infecção do Coronavírus.

Erekat de 65 anos de idade tem estado a receber tratamento em sua casa depois de ter sido revelado a 8 de Outubro que tinha sido diagnosticado com o vírus , mas a OLP disse que a condição de Erekat “requer agora atenção médica num hospital e foi transferido para um hospital em Tel Avive”.

Testemunhas oculares disseram ter visto Erekat a ser transferido numa maca para uma ambulância israelita em frente à sua residência em Jericó.

Em 2017 Erekat foi submetido a um transplante de pulmão nos Estados Unidos o que faz aumentar o perigo da Covid-19

Bandeiras dos Estados Unidos Israel, Emirados e Bahrain.
(DR)

Delegação israelita no Bahrain

Uma delegação israelita acompanhada pelo secretário do Tesouro americano chegou hoje ao Bahrain para formalizar as relações entre os dois países.

O mês passado o Bahrain reconheceu Israel , depois dos Emirados Árabes Unidos terem feito o mesmo.

0 Departamento do Tesouro americano disse que a delegação vai expandir a cooperação económica entre o Bahrain, Israel e Emirados enquanto o enviado dos Estados Unidos para o Médio Oriente Avi Berkowitz disse que Israel e e o Bahrain vai assinar um comunicado conjunto sobre “relações bancárias, turismo e relações diplomáticas”.

O Conselheiro de Segurança Nacional de Israel Meir Ben-Shabbat disse que as conversações vão também centrar-se nos sectores de finanças e aviação.

FonteVoA

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.