- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Europa Presidente Putin propõe prorrogar por 1 ano o Tratado Novo START sem...

Presidente Putin propõe prorrogar por 1 ano o Tratado Novo START sem quaisquer condições

Presidente russo Vladimir Putin propôs estender por um ano o Tratado de Redução de Armas Estratégicas (Novo START) sem quaisquer condições.

“Eu tenho uma proposta, nomeadamente estender o tratado existente sem quaisquer condições por pelo menos um ano, a fim de ter a possibilidade de realizar negociações substanciais sobre todos os parâmetros das questões reguladas por tratados deste tipo”, disse Putin.

Chefe de Estado ressaltou que isto permitirá “não deixar nossos países, e todas as nações do mundo que estão interessadas em preservar a estabilidade estratégica, sem um documento tão fundamental como o Tratado de Redução de Armas Estratégicas”.

A Rússia possui novos sistemas de armas que os EUA não têm, porém, Moscovo não se recusa a discutir este lado da questão, disse Putin ao falar sobre perspectivas da prorrogação do tratado.

“É claro que nós passamos a ter novos sistemas de armamentos que os americanos não têm, pelo menos por agora. Mas mesmo assim não nos recusamos a discutir esse lado da questão”, afirmou.
Além do mais, o presidente disse que seria muito lamentável o eventual fim da existência do Tratado START.

“Seria extremamente lamentável se o tratado deixasse completamente de existir e não fosse substituído por outro documento fundamental do mesmo tipo.”

Anteriormente, o enviado especial dos EUA para o controlo de armas, Marshall Billingslea, declarou que o governo norte-americano está disposto a estender o tratado com a Rússia em troca do congelamento dos arsenais nucleares dos dois países. No entanto, de acordo com o vice-ministro russo das Relações Exteriores, Sergei Ryabkov, tal proposta não é razoável no entendimento do governo russo.

O Tratado Novo START é o último acordo de controlo de armas que ainda vigora entre Moscovo e Washington, uma vez que o Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermediário chegou ao fim.

Sob o tratado, assinado em 2010, os EUA e a Rússia concordaram em reduzir o número de mísseis nucleares estratégicos pela metade, além de limitar o número de ogivas nucleares estratégicas a 1.550 cada. A vigência do tratado se encerra em 5 de Fevereiro de 2021.

- Publicidade -
FonteSputnik
- Publicidade -

Sérgio Santos, convida jovens contestatários desempregados a investirem no agronegócio

Para ilustrar as virtudes do agronegócio, o ministro da Economia e Planeamento, Sérgio Santos deu exemplo de um jovem de Benguela que não conseguiu...
- Publicidade -

Combustão

O “desemprego é o maior adversário de João Lourenço”. Quando, a partir de 2018, comecei aqui a descarnar os fios deste rolo compressor, os...

Yola Araújo e Bass reatam relacionamento

Os Cantores Yola Araújo e Bass reataram o namoro, soube o PLATINALINE de fontes próximas ao casal. A cantora, de 42 anos, e o...

Cristiano Ronaldo volta a testar positivo pela terceira vez e falha Barcelona

Cristiano Ronaldo terá testado positivo a uma infeção pelo novo coronavírus pela terceira vez. A notícia está a ser adiantada por diversos meios de...

Notícias relacionadas

Sérgio Santos, convida jovens contestatários desempregados a investirem no agronegócio

Para ilustrar as virtudes do agronegócio, o ministro da Economia e Planeamento, Sérgio Santos deu exemplo de um jovem de Benguela que não conseguiu...

Combustão

O “desemprego é o maior adversário de João Lourenço”. Quando, a partir de 2018, comecei aqui a descarnar os fios deste rolo compressor, os...

Yola Araújo e Bass reatam relacionamento

Os Cantores Yola Araújo e Bass reataram o namoro, soube o PLATINALINE de fontes próximas ao casal. A cantora, de 42 anos, e o...

Cristiano Ronaldo volta a testar positivo pela terceira vez e falha Barcelona

Cristiano Ronaldo terá testado positivo a uma infeção pelo novo coronavírus pela terceira vez. A notícia está a ser adiantada por diversos meios de...

Moro defende prisão em 2ª instância para processos já iniciados, e não apenas novos

O ex-ministro Sergio Moro (Justiça) defendeu que a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) da prisão após condenação em segunda instância seja aplicada a...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.