- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Economia Ministro considera fábrica de telemóveis "ganho importante"

Ministro considera fábrica de telemóveis “ganho importante”

O ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social, Manuel Homem, considerou, nesta quarta-feira, um “ganho importante” para o sector a inauguração da fábrica de montagem de telemóveis em Angola.

O governante falava à imprensa, momentos após o Presidente da República, João Lourenço,  ter inaugurado a unidade fabril, na Zona Económica Especial (ZEE), em Luanda, que vai produzir, numa primeira fase, três mil telefones por ano.

No entender do ministro Manuel Homem, a infra-estrutura terá um reflexo sobre o preço dos telemóveis, tablets e computadores no país.

Na área adjacente à referida fabrica, o Chefe de Estado angolano inaugurou, igualmente, uma unidade de montagem de tractores agrícolas, a primeira do género em Angola.

Francisco de Assis, ministro da Agricultura e das Pescas (Foto: Pedro Parente/Angop)

A propósito, o ministro da Agricultura e Pescas, António Francisco de Assis, destacou a importância do investimento que, segundo ele, vai dinamizar a produção nacional agrícola e contribuir para a elevação da produção no campo.

“Estamos diante de um equipamento montado no país, que será uma mais-valia para a diversificação da economia”, salientou.

O secretário de Estado da Indústria, Ivan do Prado, disse que o objectivo destes investimentos é elevar o nível de crescimento económico e social de Angola, no quadro dos esforços do Executivo para reduzir a dependência do petróleo, principal produto de exportação.

Frisou que estes esforços também estão centrados na criação de condições para a captação de novos investimentos para o sector produtivo, permitindo que o país alcançe a auto-suficiência e contribua para a criação de mais empregos, principalmente para jovens.

Com capacidade para produzir três mil unidades por ano, a fábrica de montagem de tractores resulta de um acordo entre Angola e os Emirados Árabes Unidos (EAU), num investimento de 65 milhões de dólares.

A unidade fabril, primeira do género no país, iniciou a montagem de tractores no primeiro semestre do ano em curso, sendo mais de 80 por cento da sua força de trabalhos composta por angolano.

Ivan do Prado, o jovem Secretário de Estado do Comércio e Indústria (Foto: Pedro Parente/Angop)

A implementação da fábrica contou com as parcerias da Agência de Investimento Privado e Promoção das Exportações (AIPEX) e dos ministérios da Indústria e Comércio e da Economia e Planeamento, com a colaboração da multinacional Massey Ferguson, especializada no fabrico de tractores agrícolas.

Na inauguração, os Emirados Árabes Unidos (EAU) estiveram representados pelo Sheik do Dubai, Ahmed Dalmoor Al Maktoum, promotor do investimento.

Por sua vez, a fábrica de montagem de telemóveis, tabletes, computadores e acessórios electrónicos, da marca “Afrione”, irá produzir, numa primeira fase, três mil telefones por ano, empregando 63 jovens angolanos.

As duas unidades fabris vão criar 200 novos postos de trabalho, maioritariamente para jovens.

- Publicidade -
FonteAngop
- Publicidade -

RDC: Félix Tshisekedi defende “união sagrada” após tensões pró-Kabila

Nem dissolução do Parlamento, nem renúncia do governo. No final de uma semana tensa com seus aliados da Frente Comum para o Congo, Félix Tshisekedi...
- Publicidade -

Activista Paulo de Morais constituído arguido no caso “vestidos de noiva”

O facto acontece na sequência da queixa-crime por difamação apresentada em Portugal por Bornito de Sousa, vice-presidente de Angola, e a sua filha Naulila...

Deputados das 1ª e 9ª comissões votam a favor da suspensão de mandato e retirada de imunidades a Manuel Rebelais

Os deputados das 1º e 9ª comissões especializadas da Assembleia Nacional aprovaram hoje, sexta-feira, 23, por unanimidade, o relatório parecer que suspende o mandato...

A segunda parte do Lourencismo

Hoje sábado, 24 de Outubro, voltará a ser um dia tenso em Luanda. Em contexto de profunda crise económica, desemprego e carências, jovens activistas...

Notícias relacionadas

RDC: Félix Tshisekedi defende “união sagrada” após tensões pró-Kabila

Nem dissolução do Parlamento, nem renúncia do governo. No final de uma semana tensa com seus aliados da Frente Comum para o Congo, Félix Tshisekedi...

Activista Paulo de Morais constituído arguido no caso “vestidos de noiva”

O facto acontece na sequência da queixa-crime por difamação apresentada em Portugal por Bornito de Sousa, vice-presidente de Angola, e a sua filha Naulila...

Deputados das 1ª e 9ª comissões votam a favor da suspensão de mandato e retirada de imunidades a Manuel Rebelais

Os deputados das 1º e 9ª comissões especializadas da Assembleia Nacional aprovaram hoje, sexta-feira, 23, por unanimidade, o relatório parecer que suspende o mandato...

A segunda parte do Lourencismo

Hoje sábado, 24 de Outubro, voltará a ser um dia tenso em Luanda. Em contexto de profunda crise económica, desemprego e carências, jovens activistas...

Escassez de combustível em Mbanza Kongo atribuída ao contrabando

Mbanza Kongo - Munícipes de Mbanza Kongo, província do Zaire, afirmaram nesta sexta-feira que as constantes rupturas de combustíveis que se assiste na cidade...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.