- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Moçambique Moçambique: MDM não quer aumento de 10% na tarifa de energia

Moçambique: MDM não quer aumento de 10% na tarifa de energia

A direcção da empresa pública Electricidade de Moçambique – EdM – deve recuar na pretensão de aumentar em 10% a tarifa da energia no país já no próximo ano. O apelo é do Movimento Democrático de Moçambique – MDM, para quem a efectivação deste plano, vai agravar a já difícil condição de vida da maioria da população.

A empresa pública Electricidade de Moçambique apresentou na sexta-feira, 9 de Outubro, em Maputo, o seu plano estratégico de negócios para os próximos cinco anos, que prevê expandir o acesso à corrente eléctrica e apetrechamento de infra-estruturas, o que irá custar à empresa 1,6 milhões de dólares.

Com as contas “no vermelho”, a EDM pretende aumentar de 10% a tarifa de energia a partir de 2021, para “equilibrar as contas”.

Este aumento de 10% terá ainda que ser aprovado pelo governo e caso não seja aprovado, os gestores da empresa avisam que a rentabilidade manter-se-á negativa, com um cumulativo de 127% negativo no quinquénio 2020-2024.

Sem rodeios, Augusto Pelembe, porta-voz do MDM, terceira maior força política do país e na oposição, considera que o agravamento em 10% da tarifa de energia é inoportuno.

“…queremos pedir e agora à Electricidade de Moçambique, que pare de ameaçar os moçambicanos. Se é insustentável o monopólio, que liberalize o mercado. Que recue dessa pretensão, que vai colocar os moçambicanos mais pobres do que [estão] agora”.

Augusto Pelembe considera que a empresa Electricidade de Moçambique – EDM – deve avançar primeiro com cortes nalguns sectores.

“…que corte os subsídios desnecessários dos chefes e dirigentes da instituição e cada um dos sete administradores passou a ganhar um milhão de meticais ao fim do mês. É justo isso numa empresa que reclama contas no vermelho ?”.

O agravamento da tarifa de energia em 10% é justificada pela EDM pela necessidade de cobrir os custos de manutenção da rede que está obsoleta.

- Publicidade -
FonteRFI
- Publicidade -

Feira junta empreendedores do Bengo no mercado do Panguila

Vinte e cinco jovens dos seis municípios da província do Bengo participam, de 30 a 31 deste mês, no mercado do Panguila, na 1ª...
- Publicidade -

Ministro quer programas agrícolas resilientes

O ministro das Relações Exteriores, Téte António, destacou, nesta quarta-feira, a necessidade de se construir e tornar resilientes os sistemas da agricultura e das...

MPLA consternado pela morte do nacionalista Horácio Brás

O Bureau Político do Comité Central do MPLA manifestou, nesta quarta-feira, consternação pela morte do nacionalista Horário Pereira Brás, ocorrido na passada terça-feira, 27,...

1.º de Agosto inicia quadrangular com vitória

O 1.º de Agosto venceu nesta quarta-feira, em Luanda, o FC Bravos do Maquis, por 3-1, em jogo da primeira jornada do torneio quadrangular...

Notícias relacionadas

Feira junta empreendedores do Bengo no mercado do Panguila

Vinte e cinco jovens dos seis municípios da província do Bengo participam, de 30 a 31 deste mês, no mercado do Panguila, na 1ª...

Ministro quer programas agrícolas resilientes

O ministro das Relações Exteriores, Téte António, destacou, nesta quarta-feira, a necessidade de se construir e tornar resilientes os sistemas da agricultura e das...

MPLA consternado pela morte do nacionalista Horácio Brás

O Bureau Político do Comité Central do MPLA manifestou, nesta quarta-feira, consternação pela morte do nacionalista Horário Pereira Brás, ocorrido na passada terça-feira, 27,...

1.º de Agosto inicia quadrangular com vitória

O 1.º de Agosto venceu nesta quarta-feira, em Luanda, o FC Bravos do Maquis, por 3-1, em jogo da primeira jornada do torneio quadrangular...

Detido falso agente do SIC em Mbanza Kongo

Um cidadão nacional, de 35 anos de idade, que se fazia passar por efectivo do Serviço de Investigação Criminal (SIC), foi detido esta quarta-feira,...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.