- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Covid-19 Ministro da Saúde de Moçambique testa positivo à Covid-19

Ministro da Saúde de Moçambique testa positivo à Covid-19

Armindo Daniel Tiago revela que está “infectado mas não doente”, em isolamento domiciliar, e exorta os moçambicanos “a reforçar as medidas de prevenção”. Moçambique registou 170 novos casos e mais uma morte.

O ministro da Saúde de Moçambique, Armindo Daniel Tiago, testou positivo à Covid-19 na segunda-feira (12.10), segundo um comunicado enviado às redacções. “Não tenho sintomas, encontro-me física e mentalmente bem. Estou infectado, mas não doente”, afirma o dirigente, na sequência de um teste “realizado como rotina de preparação para uma viagem ao exterior”.

Armindo Daniel Tiago informa ainda que “em cumprimento do protocolo sanitário emanado pelo MISAU”, está em isolamento domiciliar e recomenda a todos os que tiveram contacto consigo a realizarem o teste, garantindo que já foram testados “familiares e colaboradores do Ministério da Saúde”.

Momento de aprendizagem
“Na arte e ciência da medicina o resultado do teste podia ser apenas do meu conhecimento. Contudo, sendo Ministro da Saúde entendo que posso transformar esta situação num momento de aprendizagem para mim e para os outros”, escreve ainda o dirigente.

“Muitos de nós terão este vírus em algum momento da sua vida. Ninguém neste mundo pode dizer que está imune ao novo coronavírus. O que podemos fazer é abraçar com mais vigor a luta para proteger e cuidar das pessoas que connosco vivem e trabalham”, afirma.

Armindo Daniel Tiago aproveita ainda o comunicado para “reconhecer o esforço e o sacrifício que os moçambicanos”, lançando o apelo “aos compatriotas para a necessidade de reforçar as medidas de prevenção da Covid-19, para o bem da nação moçambicana”.

“Ainda temos batalhas a vencer. E vamos vencê-las usando a ciência, a consciência cívica e a solidariedade que nos caracterizam como moçambicanos”, garante.

170 novos casos e um óbito
O Ministério da Saúde (Misau) moçambicano anunciou hoje mais uma morte causada pela Covid-19, elevando o total para 73, tendo registado ainda 170 novos casos da doença, ascendendo a um cumulativo de 10.258.

Daquele total de casos, 2.301 estão activos, registando-se 7.880 casos recuperados (cerca de 76,8%). A morte anunciada foi de uma mulher moçambicana de 58 anos que esteve internada numa unidade hospitalar da cidade de Maputo, onde faleceu hoje, segundo o boletim diário do Misau. O país tem 34 pessoas internadas em centros de isolamento.

Desde o anúncio do primeiro caso, em 22 de Março, o país testou um total de 159.334 casos suspeitos, dos quais 4.132 nas últimas 24 horas.

- Publicidade -
- Publicidade -

Jornalistas e manifestantes alvo de violência policial

Foram soltos os jornalistas detidos no sábado em Luanda, Angola, numa manifestação organizada por um grupo de jovens com o apoio do maior partido...
- Publicidade -

Filipe Nyusi diz que diálogo com a autoproclamada Junta Militar da Renamo já começou

O Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, revelou na manhã desta quarta-feira, 28, estar em curso o diálogo entre o Governo e a autoproclamada Junta Militar...

Erdoğan apela ao boicote de produtos franceses

Na Síria, no Iraque ou no Paquistão: As manifestações contra o presidente Emmanuel Macron e o governo francês repetem-se um pouco por todo o...

Activistas detidos no dia 24 no Uíge denunciam maus-tratos e violações de direitos humanos

Eles foram libertados depois de condenados a pagar 200 mil kwanzas de multas. Os activistas políticos e cívicos detidos no sábado, 24, na província angolana...

Notícias relacionadas

Jornalistas e manifestantes alvo de violência policial

Foram soltos os jornalistas detidos no sábado em Luanda, Angola, numa manifestação organizada por um grupo de jovens com o apoio do maior partido...

Filipe Nyusi diz que diálogo com a autoproclamada Junta Militar da Renamo já começou

O Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, revelou na manhã desta quarta-feira, 28, estar em curso o diálogo entre o Governo e a autoproclamada Junta Militar...

Erdoğan apela ao boicote de produtos franceses

Na Síria, no Iraque ou no Paquistão: As manifestações contra o presidente Emmanuel Macron e o governo francês repetem-se um pouco por todo o...

Activistas detidos no dia 24 no Uíge denunciam maus-tratos e violações de direitos humanos

Eles foram libertados depois de condenados a pagar 200 mil kwanzas de multas. Os activistas políticos e cívicos detidos no sábado, 24, na província angolana...

Protestos contra limitação ao aborto legal

Os protestos voltaram às ruas de várias cidades da Polónia. Pelo quinto dia consecutivo, milhares de polacos manifestaram o desagrado contra a decisão do Tribunal...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.