- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Política Presidente da República inaugura Instituto Agro-Alimentar em Malanje

Presidente da República inaugura Instituto Agro-Alimentar em Malanje

O Presidente da República, João Lourenço, inaugurou hoje, terça-feira, o novo edifício do Instituto Superior de Tecnologia Agro-Alimentar, o único no país, que deverá promover a investigação e a transformação de alimentos.

A criação da infra-estrutura de ensino universitário público, em Malanje, resulta de um projecto de cooperação entre os governos de Angola e da França.

A instituição de ensino superior está vocacionada para formar, numa primeira fase, quadros nacionais nos graus de licenciatura e mestrado. Anteriormente, quadros do sector eram formados no exterior.
(DR)

No ano passado, a França, através do seu ministro da Agricultura, Didier Guillaune, manifestou-se disponível em ajudar a desenvolver a agricultura em Angola e em transmitir a sua experiência no domínio da formação de quadros no segmento da tecnologia agro-alimentar.

O Instituto Superior conta com 10 salas de aulas para 350 estudantes, oito laboratórios e dois pavilhões de transformação de alimentos equipados com tecnologia de última geração.

O centro está apetrechado com laboratórios didácticos e outros ligados à pesquisa, bem como pavilhões de processamento de origem animal (pescado, carne e leite) e vegetal (frutas, legumes, hortícolas, cereais, tubérculos e leguminosas).

Conta com 24 docentes, entre efectivos e colaboradores (todos nacionais).
(DR)

A instituição de ensino superior está vocacionada para formar, numa primeira fase, quadros nacionais nos graus de licenciatura e mestrado. Anteriormente, quadros do sector eram formados no exterior.

Neste ano académico, estão matriculados 176 estudantes do primeiro ao quinto ano.

Conta com 24 docentes, entre efectivos e colaboradores (todos nacionais).

Começou a funcionar em 2015, de forma provisória, em salas anexas ao Colégio Amílcar Cabral, na cidade de Malanje.

Nas antigas instalações, devido à falta de espaço, só podiam estudar quase 60 estudantes.

Começou a funcionar em 2015, de forma provisória, em salas anexas ao Colégio Amílcar Cabral, na cidade de Malanje.
(DR)

A instituição está a ministrar apenas um curso, o de Engenharia Agro-Alimentar; os outros, como o de Agronomia e Veterinária, serão abertos tão logo as condições forem criadas, indicou o director da instituição, Guilherme Pereira.

Informou que, nesta fase, estão virados para o processo de formação de mais docentes. “À medida que vamos aumentando o número de docentes, abriremos também outros cursos”.

Após o corte da fita e descerramento da placa, o Presidente João Lourenço efectuou uma visita guiada à infra-estrutura, que vai transformar Malanje, Norte do país, num centro de investigação e transformação de alimentos de referência.

Após o corte da fita e descerramento da placa, o Presidente João Lourenço efectuou uma visita guiada à infra-estrutura, que vai transformar Malanje, Norte do país, num centro de investigação e transformação de alimentos de referência.
(DR)

Malanje é, actualmente, uma das províncias de Angola com maior investimento em projectos agrícolas privados, de grande dimensão.

É também em Malanje onde está a fazenda agrícola do grupo Castle, produtora da cerveja Cuca, com um investimento de 40 milhões de dólares para a produção de milho destinado ao fabrico da bebida.

- Publicidade -
FonteAngop
- Publicidade -

Presidente da CEEAC defende construção de destinos comuns

O Presidente em Exercício da Comunidade Económica dos Estados da África Central (CEEAC), Ali Bongo, declarou este domingo que a única forma de tornar...
- Publicidade -

Pressão sobre o kwanza abranda no próximo ano

Analistas da Fitch Solutions prevêem ligeira recuperação na produção interna do petróleo e taxam a média da inflação nos 21,9 por cento até ao...

Obras da transformadora de café podem ser concluídas em 2021

A província do Uíge poderá ter, até Maio de 2021, uma nova fábrica de transformação de café, com capacidade para movimentar 700 toneladas por...

Angolanos recorrem ao método “Fazer Sócia” para sobreviverem

Para poderem comprar alimentos cada vez mais caros famílias e indivíduos angolanos têm que “fazer sócia”, um acto que consiste na junção de valores...

Notícias relacionadas

Presidente da CEEAC defende construção de destinos comuns

O Presidente em Exercício da Comunidade Económica dos Estados da África Central (CEEAC), Ali Bongo, declarou este domingo que a única forma de tornar...

Pressão sobre o kwanza abranda no próximo ano

Analistas da Fitch Solutions prevêem ligeira recuperação na produção interna do petróleo e taxam a média da inflação nos 21,9 por cento até ao...

Obras da transformadora de café podem ser concluídas em 2021

A província do Uíge poderá ter, até Maio de 2021, uma nova fábrica de transformação de café, com capacidade para movimentar 700 toneladas por...

Angolanos recorrem ao método “Fazer Sócia” para sobreviverem

Para poderem comprar alimentos cada vez mais caros famílias e indivíduos angolanos têm que “fazer sócia”, um acto que consiste na junção de valores...

Guiné-Bissau regista 14 novos casos para total de 2.403

A Guiné-Bissau registou na última semana 14 novos casos positivos para o novo coronavírus, num total de 2.403 infectados, e manteve o número de...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.