- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Política Generais Kopelipa e Dino interrogados durante sete horas no DNIAP

Generais Kopelipa e Dino interrogados durante sete horas no DNIAP

Os generais Hélder Vieira Dias “Kopelipa” e Leopoldino do Nascimento “Dino” compareceram esta terça-feira,13, na Direcção Nacional de Investigação e Acção Penal (DNIAP) da Procuradoria-Geral da República (PGR), na qualidade de arguidos. Os dois homens fortes do regime do ex-Presidente José Eduardo dos Santos foram interrogados durante sete horas no âmbito de um processo relacionado com contratos entre o Estado e a empresa China International Found (CIF).

As audições dos generais “Kopelipa” e “Dino”, inicialmente prevista para a última terça-feira, dia 6, começaram às 10:00 desta terça-feira, após terem sido adiadas a pedido dos próprios por não terem, na altura, constituídos advogados.

Os dois generais estão a ser defendidos pelo escritório de advogados “Sérgio Raimundo e Associados”.

O ex-ministro de Estado e chefe da Casa Militar do Presidente da República e o antigo chefe das comunicações da Presidência da República chegaram às instalações da DNIAP antes das 8:00 da manhã, duas horas antes do início da sessão e longe da vista dos repórteres dos diferentes órgãos de comunicação social, nacionais e estrangeiros, que pretendiam testemunhar a chegada dos dois “tubarões”.

No final do interrogatório nada transpirou para a imprensa. Sérgio Raimundo, o advogado dos dois generais, não aceitou prestar esclarecimentos aos jornalistas, alegando que o processo está em fase de segredo de justiça.

Os generais Hélder Vieira Dias “Kopelipa” e Leopoldino do Nascimento “Dino” não aceitaram ser vistos pelos repórteres que se fizeram presente na DNIAP e preferiram sair pela cave num carro de vidros escuros conduzido pelo advogado Sérgio Raimundo.

De recordar que os generais foram constituídos arguidos em finais de Setembro por haver fortes indícios de terem beneficiado dos negócios que o Estado teve com a empresa China International Fund (CIF).

Entretanto, uma fonte da PGR avançou ao Jornal de Angola que os oficiais generais gozam de imunidade e não podem ser presos preventivamente antes do despacho de pronúncia.

De recordar que, em Fevereiro último, a Procuradoria-Geral da República anunciou a apreensão dos edifícios CIF Luanda One e CIF Luanda Two, localizados na baixa da capital, em posse da empresa de direito angolano China International Fund Limitada.

Os edifícios foram apreendidos no âmbito da Lei sobre o Repatriamento Coercivo e Perda Alargada de Bens e da Lei Reguladora das Revistas, Buscas e Apreensões. Foram, igualmente, apreendidos mais de mil imóveis no Condomínio Vida Pacífica e no Kilamba, todos em Luanda.

- Publicidade -
- Publicidade -

Henri Lopes: “No Congo, a independência era assustadora”

Ex-primeiro-ministro e ex-embaixador do Congo na França, o escritor Henri Lopes conta a atmosfera confusa que reinou no Congo nas décadas de 1960 e...
- Publicidade -

RDC: batalha entre Kabila e Tshisekedi pelo controle do Tribunal Constitucional

Félix Tshisekedi e seu antecessor Joseph Kabila têm travado uma batalha feroz pelo controle do Tribunal Constitucional há várias semanas. Na véspera da posse dos...

Dinamarquês que matou jornalista num submarino tentou fugir da prisão

O dinamarquês condenado por torturar e matar uma jornalista sueca no seu submarino privado fugiu esta terça-feira da prisão, onde cumpre prisão perpétua, mas...

Conselheiro de segurança de Trump no Brasil para acordo comercial e campanha anti-China

Delegação americana quer passar mensagem de que o alinhamento do Brasil e da China pode compensar o mal-estar com Pequim. Chefe de uma delegação americana...

Notícias relacionadas

Henri Lopes: “No Congo, a independência era assustadora”

Ex-primeiro-ministro e ex-embaixador do Congo na França, o escritor Henri Lopes conta a atmosfera confusa que reinou no Congo nas décadas de 1960 e...

RDC: batalha entre Kabila e Tshisekedi pelo controle do Tribunal Constitucional

Félix Tshisekedi e seu antecessor Joseph Kabila têm travado uma batalha feroz pelo controle do Tribunal Constitucional há várias semanas. Na véspera da posse dos...

Dinamarquês que matou jornalista num submarino tentou fugir da prisão

O dinamarquês condenado por torturar e matar uma jornalista sueca no seu submarino privado fugiu esta terça-feira da prisão, onde cumpre prisão perpétua, mas...

Conselheiro de segurança de Trump no Brasil para acordo comercial e campanha anti-China

Delegação americana quer passar mensagem de que o alinhamento do Brasil e da China pode compensar o mal-estar com Pequim. Chefe de uma delegação americana...

EUA: Afluência às urnas favorece até agora Joe Biden

A duas semanas das eleições presidenciais e legislativas americanas uma coisa é certa: A afluência às urnas deverá este ano ser um recorde. Fazendo uso...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.