InicioCrónicas e ArtigosA “mão” que ampara Edeltrudes

A “mão” que ampara Edeltrudes

A “protecção” que JOÃO LOURENÇO (JLo) tem vindo a prestar a EDELTRUDES COSTA (EC), desse modo cerceando a exposição do mesmo a consequências políticas e criminais da alegada implicação em casos de corrupção, é essencialmente devida a traços do seu perfil que o tornam importante no funcionamento do sistema de poder em Angola.

A “inacção” atribuída a JL ante as consistentes acusações de corrupção movidas contra EC com base em contratos com o Estado dos quais uma empresa de sua propriedade retirou substanciais proveitos, é também remetida para a posição incómoda em que o próprio ficou por ter autorizado a operação.

A condição de “protegido” de JL, vulgarmente também associada a MANUEL VICENTE (MV), outra personalidade controversa do regime, é igualmente atribuída a factores entre os quais releva o manancial de conhecimentos que o mesmo tem da alta corrupção do regime, parte importante da qual alimentada com dinheiros da Sonangol, companhia da qual foi PCA entre 1999/2012.

EC (de ascendência santomense), deve a ascensão que a sua vida pública conheceu também a “Kopelipa”, figura proeminente do poder de JES. Entre as tarefas que como chefe da antiga Casa Militar estavam cometidas a “Kopelipa” contava-se a de acompanhar e controlar os processos eleitorais no sentido da montagem de “engenharias” destinadas a garantir vitórias ao MPLA.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.