- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Economia Covid-19: Países africanos arredados dos mercados financeiros desde Abril

Covid-19: Países africanos arredados dos mercados financeiros desde Abril

Países africanos estão arredados dos mercados financeiros internacionais desde o segundo trimestre deste ano devido à degradação das condições financeiras, nomeadamente as taxas de juros, de acordo com o Banco Mundial.

“No terceiro trimestre deste ano, nenhum Eurobond [títulos de dívida em moeda estrangeira] foram emitidos na África subsaariana e nenhuma emissão foi feita no início do último trimestre”, lê-se no relatório do Banco Mundial sobre esta região, com o título Pulsar de África.

“Uma pronunciada aversão ao risco e défices e dívidas acentuadamente mais elevadas na região mantiveram os juros da dívida soberana mais altos do que no início do ano, levando muitos países a adiar o regresso planeado aos mercados”, como era o caso de Angola, que no início do ano tinha prevista uma emissão de dívida de 3 mil milhões de dólares.

No relatório, o Banco Mundial diz que os desequilíbrios orçamentais deverão aumentar de 2,3% em 2019 para 5,9% este ano, melhorando para 5,4% em 2021, enquanto na África Austral a média deverá passar de 4,9% no ano passado para 9% este ano, “principalmente devido a uma deterioração nos saldos orçamentais de Angola e da África do Sul, as duas maiores economias da região”.

Iniciativa de Suspensão do Serviço da Dívida
A degradação acentuada das condições financeiras e o impacto da pandemia de covid-19 nas economias africanas levaram muitos países a pedirem a adesão à Iniciativa de Suspensão do Serviço da Dívida (DSSI), lançada pelo G20 em Abril, com o apoio do FMI e do Banco Mundial.

“A DSSI foi desenhada para ser mais uma ferramenta para os decisores políticos conseguirem redireccionar recursos para combater a pandemia, por exemplo permitindo que suspendam o pagamento dos montantes devidos ou dos juros na dívida oficial bilateral desde 1 de maio até final do ano”, lê-se no relatório.

Dos 73 países elegíveis para a DSSI, 38 estão na África subsaariana e só 28 países sinalizaram a intenção de aderir a esta iniciativa.

“O alívio potencial total para estes 28 países chegaria aos 5,2 mil milhões de dólares [4,4 mil milhões de euros], metade dos quais são a poupança de Angola, o país da África subsaariana que mais beneficiaria com esta iniciativa”, salienta-se no documento.

Em África, há 37.680 mortos confirmados em mais de 1,5 milhões de infectados em 55 países, segundo as estatísticas mais recentes sobre a pandemia naquele continente.

- Publicidade -
- Publicidade -

A segunda parte do Lourencismo

O próximo sábado, 24 de Outubro, voltará a ser um dia tenso em Luanda. Em contexto de profunda crise económica, desemprego e carências, jovens...
- Publicidade -

FMI: Angola não recupera da pandemia até 2024

O Fundo Monetário Internacional (FMI) considerou hoje num relatório que as maiores economias da África subsaariana, onde se inclui Angola, não deverão recuperar os...

PNUD e IGAE assinam memorando com vista ao combate à corrupção

As duas instituições pretendem trabalhar para a elaboração de instrumentos legais que visam a avaliação de riscos contra a corrupção e previsão de medidas...

Falta de limpeza nas valas de drenagem preocupa moradores

Os moradores do bairro Rocha Pinto pedem “intervenção urgente” da Administração do Distrito da Maianga para limpeza da vala de drenagem do canal 3,...

Notícias relacionadas

A segunda parte do Lourencismo

O próximo sábado, 24 de Outubro, voltará a ser um dia tenso em Luanda. Em contexto de profunda crise económica, desemprego e carências, jovens...

FMI: Angola não recupera da pandemia até 2024

O Fundo Monetário Internacional (FMI) considerou hoje num relatório que as maiores economias da África subsaariana, onde se inclui Angola, não deverão recuperar os...

PNUD e IGAE assinam memorando com vista ao combate à corrupção

As duas instituições pretendem trabalhar para a elaboração de instrumentos legais que visam a avaliação de riscos contra a corrupção e previsão de medidas...

Falta de limpeza nas valas de drenagem preocupa moradores

Os moradores do bairro Rocha Pinto pedem “intervenção urgente” da Administração do Distrito da Maianga para limpeza da vala de drenagem do canal 3,...

Bonga realiza espectáculos em Portugal e lança novo álbum nos 45 anos da independência de Angola

O projecto conta com mais de uma dezena de artistas, que atuam no dia da independência, 11 de novembro, no Teatro Capitólio, no Parque...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.