- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Covid-19 Covid-19: Governo mantém a maior parte das medidas e a cerca sanitária...

Covid-19: Governo mantém a maior parte das medidas e a cerca sanitária em Luanda até 7 de Novembro

O ministro de Estado e chefe da Casa Civil da Presidência, Adão de Almeida, informou esta quarta-feira, em conferência de imprensa da Comissão Multissectorial de Combate à Covid-19 no País, que a maior parte das medidas em vigor se mantém até ao próximo dia 7 de Novembro, tal como a cerca sanitária em Luanda que se prolonga por mais um mês. Mas há algumas novidades.

Outra das novidades trazidas por Adão de Almeida diz respeito à comparticipação, pelos cidadãos, dos testes de covid-19 quando se trata de uma decisão individual, como por exemplo, em caso de viagens internacionais ou a partir de e para Luanda., devendo os ministério da Saúde e das Finanças definir o valor da comparticipação. Tal não acontece quando são as autoridades sanitárias a exigir o teste, assumindo o Estado a totalidade do valor.

Outra medida anunciada pelo ministro de Estado e chefe da Casa Civil da Presidência diz respeito à força de trabalho, que passa a ser de 75% para todo o País, quer no serviço público quer no privado.

A partir de sexta-feira, deixa também de ser necessária a apresentação de uma autorização da Comissão Multissectorial de Combate à Covid-19 no País para entrar e sair das cercas sanitárias, bastando a apresentação do resultado negativo do teste de covid-19.

As competições desportivas federadas serão retomadas no dia 17 deste mês nas 18 províncias de Angola, mas de forma gradual. Começam por regressar as de “risco baixo” de contágio, e, gradualmente serão autorizadas as competições de “risco médio” e de “risco alto”, conforme deliberação do Ministério da Juventude e Desporto, que definirá quais as modalidades prioritárias.

Passa a ser permitido o funcionamento de ginásios, mas apenas se forem em espaços abertos. O acesso a praias e demais zonas balneares continua interdito até 7 de Novembro.

Os espectáculos e as actividades culturais vão ser retomados de forma gradual e com lotação limitada, até às 22:00, com uma lotação de 50% da sala e com presença não superior a 150 pessoas, com lugares sentados.

Já as actividades religiosas passam a ser também possíveis em Luanda até quatro dias por semana, medida já em vigor nas restantes províncias.

O ministro de Estado e chefe da Casa Civil da Presidência informou igualmente que as receitas das multas passam a ser destinadas aos governos provinciais e apenas poderão ser usadas em despesas relacionadas com a prevenção e o combate à covid-19.

- Publicidade -
FonteNJ
- Publicidade -

João Lourenço responsabiliza UNITA de incitar jovens à desobediência civil

Presidente angolano diz esperar que jornalistas não venham a ser detidos, mas adverte que autoridades vão manter a ordem. O Presidente angolano responsabilizou a UNITA...
- Publicidade -

Manifestação: Tribunal está a interrogar os detidos à porta fechada – Por dia serão ouvidos cerca de 20 cidadãos

Entre os primeiros cidadãos, do grupo dos 103 detidos, ouvidos esta terça-feira no Tribunal Provincial de Luanda "Palácio D. Ana Joaquina", está o secretário-geral...

Marido de Isabel dos Santos morre afogado no Dubai

O marido de Isabel dos Santos, Sindika Dokolo, morreu num acidente no mar no Dubai. A notícia está a ser avançada por jornais internacionais....

Angola substitui Código Penal da era colonial

A Assembleia Nacional aprovou hoje, terça-feira, 27, o novo Código Penal, com 167 votos a favor, nenhum contra, e a abstenção de dois deputados...

Notícias relacionadas

João Lourenço responsabiliza UNITA de incitar jovens à desobediência civil

Presidente angolano diz esperar que jornalistas não venham a ser detidos, mas adverte que autoridades vão manter a ordem. O Presidente angolano responsabilizou a UNITA...

Manifestação: Tribunal está a interrogar os detidos à porta fechada – Por dia serão ouvidos cerca de 20 cidadãos

Entre os primeiros cidadãos, do grupo dos 103 detidos, ouvidos esta terça-feira no Tribunal Provincial de Luanda "Palácio D. Ana Joaquina", está o secretário-geral...

Marido de Isabel dos Santos morre afogado no Dubai

O marido de Isabel dos Santos, Sindika Dokolo, morreu num acidente no mar no Dubai. A notícia está a ser avançada por jornais internacionais....

Angola substitui Código Penal da era colonial

A Assembleia Nacional aprovou hoje, terça-feira, 27, o novo Código Penal, com 167 votos a favor, nenhum contra, e a abstenção de dois deputados...

Manifestação: Comité para a Protecção dos Jornalistas acusa polícia de perseguição e intimidação a jornalistas e exige medidas que garantam a liberdade de imprensa

O Comité para a Protecção dos Jornalistas (CPJ, sigla em inglês), com sede em Nova Iorque, EUA, critica fortemente a polícia angolana por ter...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.