- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Política Angola e PNUD reforçam políticas para o alcance das metas do desenvolvimento...

Angola e PNUD reforçam políticas para o alcance das metas do desenvolvimento sustentável

A cooperação, por via de um memorando, assinado, ontem, em Luanda, assume-se como parte de um quadro de colaboração estratégico mais amplo entre o Governo de Angola e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), com enfoque no reforço das políticas públicas ligadas ao emprego e formação técnico-profissional.

O represente do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), Edo Stork, por via de um rememorando de entendimento, assinado, ontem, em Luanda, manifestou a disponibilidade do seu órgão em apoiar Angola no alcance das metas do desenvolvimento sustentável em áreas especificas.

O memorado, que da parte do Executivo angolano foi assinado pela ministra da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social, Teresa Dias, prevê reforçar a colaboração entre Angola e o PNUD na área do emprego e da formação técnico-profissional com vista ao desenvolvimento do país, no contexto da realização dos objectivos de desenvolvimento sustentável.

O referido memorando assume-se como parte de um quadro de colaboração estratégico mais amplo entre o Governo de Angola e o PNUD sobre as politicas publicas ligadas ao emprego e formação técnico-profissional, assim como o reforço das capacidades do Sistema Nacional de Formação Profissional (SNFP).

Durante o acto de assinatura, a ministra da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social, Teresa Dias, considerou que o memorando se reveste de bastante importância, na medida em que, com a assinatura do mesmo, permitirá reforçar a colaboração estratégica entre as duas instituições, sobretudo no que diz respeito à implementação dos programas e projectos nos domínios do emprego e da formação profissional.

Conforme explicou, o memorando resulta na sequência do estudo sobre o papel do desenvolvimento das competências profissionais na promoção do emprego em Angola, realizado pelo PNUD na província da Huila, em parceria com a Universidade Mandume Yandemufayo e o INEFOP. Foram, de igual modo, realizados vários encontros técnicos de concertação, assim como a elaboração do Plano de Acção Conjunto 2020-2022.

“Importa realçar que o presente memorando é assinado num contexto em que se regista, em todo mundo, a pandemia da Covid-19 — afecta o mercado de trabalho, provocando simultaneamente choques de demanda/procura e oferta de trabalho, resultantes das medidas de contenção universais, causando o declínio económico severo na maioria dos países incluindo Angola”, apontou.

Por seu lado, o represente do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), Edo Stork, garantiu que o memorando se focará nas acções práticas que afectam as mulheres e os jovens angolanos por serem dos segmentos mais vulneráveis.

- Publicidade -
FonteOPaís
- Publicidade -

João Lourenço responsabiliza UNITA de incitar jovens à desobediência civil

Presidente angolano diz esperar que jornalistas não venham a ser detidos, mas adverte que autoridades vão manter a ordem. O Presidente angolano responsabilizou a UNITA...
- Publicidade -

Manifestação: Tribunal está a interrogar os detidos à porta fechada – Por dia serão ouvidos cerca de 20 cidadãos

Entre os primeiros cidadãos, do grupo dos 103 detidos, ouvidos esta terça-feira no Tribunal Provincial de Luanda "Palácio D. Ana Joaquina", está o secretário-geral...

Marido de Isabel dos Santos morre afogado no Dubai

O marido de Isabel dos Santos, Sindika Dokolo, morreu num acidente no mar no Dubai. A notícia está a ser avançada por jornais internacionais....

Angola substitui Código Penal da era colonial

A Assembleia Nacional aprovou hoje, terça-feira, 27, o novo Código Penal, com 167 votos a favor, nenhum contra, e a abstenção de dois deputados...

Notícias relacionadas

João Lourenço responsabiliza UNITA de incitar jovens à desobediência civil

Presidente angolano diz esperar que jornalistas não venham a ser detidos, mas adverte que autoridades vão manter a ordem. O Presidente angolano responsabilizou a UNITA...

Manifestação: Tribunal está a interrogar os detidos à porta fechada – Por dia serão ouvidos cerca de 20 cidadãos

Entre os primeiros cidadãos, do grupo dos 103 detidos, ouvidos esta terça-feira no Tribunal Provincial de Luanda "Palácio D. Ana Joaquina", está o secretário-geral...

Marido de Isabel dos Santos morre afogado no Dubai

O marido de Isabel dos Santos, Sindika Dokolo, morreu num acidente no mar no Dubai. A notícia está a ser avançada por jornais internacionais....

Angola substitui Código Penal da era colonial

A Assembleia Nacional aprovou hoje, terça-feira, 27, o novo Código Penal, com 167 votos a favor, nenhum contra, e a abstenção de dois deputados...

Manifestação: Comité para a Protecção dos Jornalistas acusa polícia de perseguição e intimidação a jornalistas e exige medidas que garantam a liberdade de imprensa

O Comité para a Protecção dos Jornalistas (CPJ, sigla em inglês), com sede em Nova Iorque, EUA, critica fortemente a polícia angolana por ter...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.