- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Europa Detidos na Bélgica três homens suspeitos de envolvimento no genocídio de Ruanda

Detidos na Bélgica três homens suspeitos de envolvimento no genocídio de Ruanda

A Bélgica deteve e acusou, semana passada, três homens suspeitos de envolvimento no genocídio de Ruanda em 1994.

Um porta-voz da procuradoria belga disse em comunicado, no sábado, que os três foram “acusados de graves abusos de direitos humanos”.

Eric Van Duyse disse que dois foram presos, na terça-feira, em Bruxelas, e o terceiro na, quarta-feira, na província de Hainault.

Van Duyse não deu detalhes sobre os suspeitos, mas disse que as suas identidades foram verificadas com a ajuda de depoimentos de testemunhas no Ruanda.

Ele disse que um dos homens está sob vigilância electrónica e os outros dois estão presos.

Van Duyse disse que o julgamento dos homens dependerá de informações compiladas pelo juiz de instrução e pelo Ministério Público.

As prisões foram relatadas pela primeira vez, na sexta-feira, pelo semanário belga Le Vif.

Cerca de 800 mil pessoas, a maioria tutsis e alguns hutus moderados, foram mortas no genocídio de 1994 em Ruanda.

O Tribunal Criminal Internacional da ONU para Ruanda indiciou mais de 90 pessoas e julgou 80 delas, antes de encerrar suas actividades em 2015.

Desde 2001, a Bélgica realizou cinco julgamentos de ruandeses implicados nos assassinatos, com penas de prisão de até 20 anos.

Um tribunal belga considerou o ex-oficial ruandês Fabien Neretse culpado de genocídio em Dezembro e o sentenciou a 25 anos de prisão.

- Publicidade -
FonteVoA
- Publicidade -

PR nomeia Jomo Fortunato ministro da Cultura

Em nota, a Casa Civil refere que antes, noutro decreto, o Presidente da República exonerou Adjany da Silva Freitas Costa, do cargo de ministra...
- Publicidade -

Última Hora: Libertados três jornalistas e um motorista detidos em manifestação no sábado em Luanda

Os três jornalistas e um motorista da Rádio Essencial que foram detidos no sábado, durante uma manifestação, em Luanda, foram libertados hoje à tarde,...

Movimento ameaça voltar às ruas se houver julgamento de manifestantes detidos

Autoridades negam, mas participantes e dirigentes da UNITA insistem que houve uma morte devido à repressão violenta do protesto de sábado em Luanda. Movimento...

UNITA diz que Lei Eleitoral de Angola deve estar alinhada com modelo da SADC

O general na reforma Abílio Kamalata Numa pediu a alteração da Lei Eleitoral de Angola, sugerindo que esteja alinhada com a lei-modelo da Comunidade...

Notícias relacionadas

PR nomeia Jomo Fortunato ministro da Cultura

Em nota, a Casa Civil refere que antes, noutro decreto, o Presidente da República exonerou Adjany da Silva Freitas Costa, do cargo de ministra...

Última Hora: Libertados três jornalistas e um motorista detidos em manifestação no sábado em Luanda

Os três jornalistas e um motorista da Rádio Essencial que foram detidos no sábado, durante uma manifestação, em Luanda, foram libertados hoje à tarde,...

Movimento ameaça voltar às ruas se houver julgamento de manifestantes detidos

Autoridades negam, mas participantes e dirigentes da UNITA insistem que houve uma morte devido à repressão violenta do protesto de sábado em Luanda. Movimento...

UNITA diz que Lei Eleitoral de Angola deve estar alinhada com modelo da SADC

O general na reforma Abílio Kamalata Numa pediu a alteração da Lei Eleitoral de Angola, sugerindo que esteja alinhada com a lei-modelo da Comunidade...

Seis jornalistas detidos na manifestação

O presidente do Sindicato dos Jornalistas de Angola (SJ) lamentou hoje a actuação da polícia durante a manifestação de sábado em Luanda e informou...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.