InicioMundoEuropaCovid-19: "O vírus não vem da restauração"

Covid-19: “O vírus não vem da restauração”

A situação sanitária França continua a degradar-se, nomeadamente em Paris. Na capital francesa a taxa de incidência do vírus ultrapassava, a 29 de Setembro, a barreira dos 250 por 100.000 habitantes, segundo a Agência Regional de Saúde parisiense. Mais de 1.200 infectados com o novo coronavírus estão neste momento internados nos serviços de reanimação franceses.

Na semana passada, o Governo colocou Marselha em zona de “alerta máximo”, e ordenou o encerramento total de bares e restaurantes. Medida que entrou em vigor às 00h00 de segunda-feira e se prolonga até dia 11 de Outubro.

Entrevistada por Lígia Anjos, a proprietária angolana do restaurante “Ate Qu’enfim”, em Marselha, Júlia Mendonça, não acredita que ao fim de 15 dias os bares e restaurantes voltem a abrir normalmente. Apesar de fechado ao público o restaurante continua a trabalhar em regime de entregas ao domicílio.

O sector da restauração em Marselha perdeu 80% do volume de negócios este ano de 2020.

FonteRFI

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.