InicioMundo LusófonoGuiné-BissauCooperação reforçada entre Bissau e Niamey com visita do Presidente Issoufou

Cooperação reforçada entre Bissau e Niamey com visita do Presidente Issoufou

O Presidente do Níger, Mahamadou Issoufou, esteve em Bissau durante pouco mais que cinco horas. Foi tempo para ter dois encontros de trabalho, à porta fechada com o seu homólogo guineense, Umaro Sissoco Embaló, aliás, quem o convidou para visitar Bissau.

Nos encontros, os dois chefes de Estado falaram da necessidade do reforço de trocas de pontas de vista no quadro da CEDEAO, sempre que se justificar, dinamização do multilateralismo a nível africano e mundial, mas também abordaram a importância do incremento das relações político-diplomáticas entre Bissau e Niamey.

Nesse particular, segundo consta do comunicado conjunto, a Guiné-Bissau e o Níger vão passar a cooperar mais nos domínios das Pescas, Educação, Segurança, Transportes, Saúde, entre vários outros aspetos de interesse comum.

Os dois chefes de Estado ainda reafirmaram a necessidade do reforço da segurança fronteiriça entre os países da CEDEAO para desta forma prevenir e combater o trafico de drogas, o contrabando de armas ligeiras, a criminalidade organizada, o trafico de seres humanos e lutar contra grupos armados, terrorismo e imigração clandestina.

Presidente guineense, Umaro Sissoco Embaló, e o homólogo do Níger, Mahamadou Issoufou, em Bissau.
(© Mussá Baldé)

A visita de Mahamadou Issoufou acontece cerca de uma semana depois de quatro outros chefes de Estado (Burkina-Faso, Senegal, Mauritânia e Nigéria) terem estado em Bissau por ocasião das festividades do 47º aniversário da independência guineense.

Com a sua chegada à presidência da Guiné-Bissau, em Fevereiro, Umaro Sissoco Embaló prometeu que assim que a pandemia da covid-19 abrandar, dignitários estrangeiros vão visitar o país.

FonteRFI

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.