- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Política Governo prepara multas sobre bebidas alcoólicas

Governo prepara multas sobre bebidas alcoólicas

O Governo angolano está a preparar um regulamento jurídico sobre o consumo de bebidas alcoólicas, com multas que variam entre os quatro mil e os 400 mil Kwanzas, anunciou, nesta quarta-feira, a ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta.

Ao tomar a palavra na 9ª sessão do Conselho de Ministros, Sílvia Lutucuta informou que as multas vão depender da transgressão e recairão tanto sobre quem consome, como sobre quem fornece ou tenha um estabelecimento que não funcione dentro das normas.

De acordo com a ministra, o diploma vai estabelecer o regime jurídico, disponibilização, venda e consumo de bebidas alcoólicas em locais públicos e abertos ao público.

“O consumo de bebidas alcoólicas é um grande problema de saúde pública e, principalmente, quando é consumido por pessoa com idade inferior a 18 anos, mulheres que estejam a amamentar ou em estado de gestação, motoristas, pilotos e outros profissionais de risco”, defendeu.

Apontou, ainda, as pessoas já embriagadas e as que trabalham ou aquelas em plena actividade nos órgão de Defesa e Segurança, como enquadradas no mesmo padrão.

Para Sílvia Lutucuta, o consumo excessivo de álcool pode levar à violência doméstica e outras formas de violência.

“Não podemos continuar assim, (…) há toda a necessidade de se restringir o consumo de bebidas alcoólicas”, disse a governante, fazendo alusão à proposta de Lei sobre o Regime de Acesso e Consumo de Bebidas Alcoólicas, diploma que será submetida à Assembleia Nacional.

Apontou como exemplo de doenças muito associadas ao consumo excessivo de bebidas alcoólicas a hipertensão arterial, as doenças hepáticas e as de fórum psiquiátrico, entre outras.

O presente instrumento jurídico tem como objectivo proteger a saúde dos cidadãos, através da redução do consumo excessivo de bebidas alcoólicas durante a gravidez e a amamentação.

Visa, igualmente, diminuir as perturbações nas relações familiares potenciadoras de violência doméstica, dos maus tratos a menores, bem como dos acidentes de viação e de trabalho.

Plano Director dos transportes

Relativamente ao Plano Director Nacional do Sector dos Transportes e Infra-estruturas Rodoviárias aprovado na sessão, desta quarta-feira, o titular dos Transportes, Ricardo D’Abreu, informou que o
mesmo tem uma projecção de 20 anos, para a concretização dos programas principais do sector.

De acordo com o ministro, projecta-se uma estimativa de investimento anual de 1.4 mil milhões de dólares ou 1,4 por cento do Produto Interno Bruto (PIB), em termos de investimentos em infra-estruturas.

“O investimento em infra-estrutura é algo prioritário, (..) as infra-estruturas são a base para assegurar o desenvolvimento sustentável do nosso país”, frisou.

Assuntos religiosos

No sector da cultura, a sessão aprovou a tabela de taxas devidas pela prestação de serviços do Instituto Nacional para os Assuntos Religiosos à pessoas singulares e colectivas.

Sobre a questão, a ministra da Cultura, Turismo e Ambiente, Adjany Costa, referiu que, os requerentes, ao solicitarem os serviços deverão suportar encargos para a emissão do documentos, dependendo da tipologia, que estará fixada entre 15 mil e 87 mil Kwanzas.

Quanto a aprovação do novo Calendário Escolar Quadro, a vigorar em todas as Instituições de Educação, a ministra Maria do Rosário Bragança Sambo afirmou que a medida visa actualizar as normas gerais reguladoras e clarificar o papel dos diferentes actores.

- Publicidade -
FonteAngop
- Publicidade -

Economia de Angola sofre recessão de 8,8% no segundo trimestre

A economia de Angola registou um crescimento negativo de 8,8% no segundo trimestre deste ano face ao período homólogo, anunciou hoje o Instituto Nacional...
- Publicidade -

Explosão de engenho provoca três feridos no Cunene

Três pessoas com idade entre 36 a 47 anos de idade ficaram, nesta segunda-feira, gravemente feridas, na localidade de Oshomukuyo, arredores da cidade de...

Malanje: CASA-CE quer mais empenho dos quadros

O secretário provincial executivo da CASA-CE em Malanje, Moisés Ngunza, pediu mais acções dos quadros da organização, para a revitalização da coligação, face aos...

Samakuva defende diálogo entre forças políticas

O ex-líder da UNITA, Isaías Samakuva, defendeu, esta segunda-feira, o diálogo entre o Governo e as formações políticas, para evitar "situações susceptíveis de perturbar...

Notícias relacionadas

Economia de Angola sofre recessão de 8,8% no segundo trimestre

A economia de Angola registou um crescimento negativo de 8,8% no segundo trimestre deste ano face ao período homólogo, anunciou hoje o Instituto Nacional...

Explosão de engenho provoca três feridos no Cunene

Três pessoas com idade entre 36 a 47 anos de idade ficaram, nesta segunda-feira, gravemente feridas, na localidade de Oshomukuyo, arredores da cidade de...

Malanje: CASA-CE quer mais empenho dos quadros

O secretário provincial executivo da CASA-CE em Malanje, Moisés Ngunza, pediu mais acções dos quadros da organização, para a revitalização da coligação, face aos...

Samakuva defende diálogo entre forças políticas

O ex-líder da UNITA, Isaías Samakuva, defendeu, esta segunda-feira, o diálogo entre o Governo e as formações políticas, para evitar "situações susceptíveis de perturbar...

Juristas angolanos alegam que estado de calamidade pública não impede direito de manifestação

Governo proibiu uma manifestação programada para sábado passado. Juristas angolanos concordaram esta segunda-feira que o decreto do estado de calamidade pública não se sobrepõe à...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.