- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Europa Primeiro-ministro arménio diz que 'há guerra' em Karabakh e presidente do Azerbaijão...

Primeiro-ministro arménio diz que ‘há guerra’ em Karabakh e presidente do Azerbaijão fala em ‘diálogo’

Nesta terça-feira (29), as tensões seguem altas entre Arménia e Azerbaijão e as lideranças políticas dos dois países deram declarações a respeito dos conflitos na região de Nagorno-Karabakh.

Segundo fontes da Sputnik, o primeiro-ministro da Arménia, Nikol Pashinyan, afirmou que “há guerra” na região de Nagorno-Karabakh, tendo em vista que há uma intensa movimentação de tropas no local. O primeiro-ministro, que está engajado em tentativas de diminuir a tensão na região, afirmou ainda que tem informações de que a Turquia estaria envolvida no conflito por meio de conselheiros militares.

O presidente do Azerbaijão, Ilham Aliev, durante um encontro da ORAN em Varsóvia (arquivo).
(© SPUTNIK / ALEXEY VITVITSKY)

Mais cedo, o presidente do Azerbaijão, Ilham Aliyev, também deu declarações a respeito, afirmando que seu governo está comprometido a manter o diálogo sobre o conflito e negou que haja participação da Turquia na região. Segundo o presidente, houve apenas apoio moral turco na questão. O líder também afirmou que a resposta de Baku teria sido “adequada”. O governo azeri declarou ainda que não tem nenhum envolvimento com a queda de uma aeronave arménia na região.

No domingo (27), forças arménias e azeris engajaram-se em conflitos na região autónoma de Nagorno-Karabakh, deixando mortos e dezenas de feridos, além da destruição de veículos como tanques e blindados, e também de infraestrutura civil.

Diante da tensão militar, ambos os países declararam lei marcial em algumas regiões. O primeiro-ministro arménio apelou para que não houvesse interferência de outros países no conflito para evitar que as tensões se espalhem. Apesar disso, a Turquia tem dado de declarações de apoio ao lado azeria. Rússia e OTAN apelaram para o cessar das tensões.

A região de Nagorno-Karabakh, também conhecida como República de Artsakh, é uma região autónoma de maioria arménia que declarou independência da então República Soviética do Azerbaijão, em 1991.

- Publicidade -
- Publicidade -

António Guterres apela ao diálogo na Guiné-Conacri

O secretário-geral da ONU quer uma “solução pacífica” e “diálogo” para responder à crise pós-eleitoral na Guiné-Conacri. António Guterres pediu ao presidente reeleito Alpha...
- Publicidade -

FAF recebe ultimato da FIFA

A Federação Angolana de Futebol (FAF) foi notificada pela Federação Internacional de Futebol Associado (FIFA), para responder até sexta-feira (30) às acusações de irregularidades...

Norberto de Castro está autorizado a concorrer à liderança da FAF

A Federação Angolana de Futebol (FAF) foi notificada pela Federação Internacional de Futebol Associado (FIFA) para responder, até sexta-feira, às acusações de irregularidades no...

CONTEXTOS: Tempo de Oposições

Desemprego, desordem e desinformação - destes 3 Ds se fará o "Verão Quente" prestes a começar no continente africano. De um lado, uma população...

Notícias relacionadas

António Guterres apela ao diálogo na Guiné-Conacri

O secretário-geral da ONU quer uma “solução pacífica” e “diálogo” para responder à crise pós-eleitoral na Guiné-Conacri. António Guterres pediu ao presidente reeleito Alpha...

FAF recebe ultimato da FIFA

A Federação Angolana de Futebol (FAF) foi notificada pela Federação Internacional de Futebol Associado (FIFA), para responder até sexta-feira (30) às acusações de irregularidades...

Norberto de Castro está autorizado a concorrer à liderança da FAF

A Federação Angolana de Futebol (FAF) foi notificada pela Federação Internacional de Futebol Associado (FIFA) para responder, até sexta-feira, às acusações de irregularidades no...

CONTEXTOS: Tempo de Oposições

Desemprego, desordem e desinformação - destes 3 Ds se fará o "Verão Quente" prestes a começar no continente africano. De um lado, uma população...

Covid-19: Angola com 203 novos casos e 46 recuperados

Duzentos e três novas infecções, quatro óbitos e quarenta e seis recuperados foram registados, nas últimas 24 horas, em Angola. Segundo o secretário de Estado...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.