- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Ásia Nagorno-Karabakh debaixo de fogo: Arménia e Azerbaijão relatam perdas mútuas em combates

Nagorno-Karabakh debaixo de fogo: Arménia e Azerbaijão relatam perdas mútuas em combates

A porta-voz do Ministério da Defesa da Arménia, Shushan Stepanyan, relatou na terça-feira (29) a eliminação de veículos blindados azeris durante combate no começo do dia na linha de contacto em Nagorno-Karabakh.

“Continuam os combates de intensidade variável, acompanhados por fogo de artilharia inimiga. Em várias direcções da linha de contacto, unidades arménias repeliram ataques das Forças Armadas do Azerbaijão, avançando em algumas áreas para acções de retaliação e infligindo danos a soldados e equipamentos militares. Em particular, nesta madrugada, em direcção ao sul foi atingido um comboio de veículos militares de ataque do inimigo”, escreveu a porta-voz em sua página no Facebook.

Por sua vez, Forças Armadas do Azerbaijão continuam a ofensiva para libertação da cidade de Fizuli na linha de contacto em Nagorno-Karabakh, relatando destruição de quatro tanques arménios, segundo a assessoria de imprensa do Ministério da Defesa do Azerbaijão.

“A ofensiva do Exército do Azerbaijão continua para a libertação da cidade de Fizuli. Das 07h00 às 08h00 [00h00 e 01h00, horário de Brasília] mais quatro tanques arménios foram destruídos pelos nossos soldados heróicos […]. Actualmente, as operações de combate continuam”, nota a assessoria de imprensa do Ministério da Defesa azeri.

O Ministério das Relações Exteriores do Azerbaijão declarou que os bombardeios armênios causaram a morte de dez civis, dentre eles dois alunos, e deixaram mais de 30 feridos.

Combates intensos de madrugada em Nagorno-Karabakh
Ministério da Defesa do Azerbaijão anunciou combates intensos na linha de contacto em Nagorno-Karabakh.

“Na madrugada de 28 a 29 de Setembro, combates intensos continuaram por toda a linha da frente. As Forças Armadas da Arménia tentaram contra-atacar várias vezes […]”, aponta a assessoria de imprensa da entidade militar.

O porta-voz do Ministério de Defesa arménio, Artsrun Ovannisyan, detalhou o preparo das Forças Armadas do Azerbaijão para novo ataque em Nagorno-Karabakh.

“O inimigo iniciou intenso preparo de artilharia, para mais um ataque”, escreveu porta-voz em sua página no Facebook.
Erevan e Baku têm relações tensas na região de Nagorno-Karabakh desde Fevereiro de 1988, quando a região autónoma, maioritariamente habitada por cidadãos arménios, anunciou a intenção de sair da então República Socialista Soviética do Azerbaijão.

Após as hostilidades de 1992-1994, o Azerbaijão perdeu controle sobre Nagorno-Karabakh, bem como sobre outros sete distritos ao redor.

- Publicidade -
- Publicidade -

Presidente da CEEAC defende construção de destinos comuns

O Presidente em Exercício da Comunidade Económica dos Estados da África Central (CEEAC), Ali Bongo, declarou este domingo que a única forma de tornar...
- Publicidade -

Pressão sobre o kwanza abranda no próximo ano

Analistas da Fitch Solutions prevêem ligeira recuperação na produção interna do petróleo e taxam a média da inflação nos 21,9 por cento até ao...

Obras da transformadora de café podem ser concluídas em 2021

A província do Uíge poderá ter, até Maio de 2021, uma nova fábrica de transformação de café, com capacidade para movimentar 700 toneladas por...

Angolanos recorrem ao método “Fazer Sócia” para sobreviverem

Para poderem comprar alimentos cada vez mais caros famílias e indivíduos angolanos têm que “fazer sócia”, um acto que consiste na junção de valores...

Notícias relacionadas

Presidente da CEEAC defende construção de destinos comuns

O Presidente em Exercício da Comunidade Económica dos Estados da África Central (CEEAC), Ali Bongo, declarou este domingo que a única forma de tornar...

Pressão sobre o kwanza abranda no próximo ano

Analistas da Fitch Solutions prevêem ligeira recuperação na produção interna do petróleo e taxam a média da inflação nos 21,9 por cento até ao...

Obras da transformadora de café podem ser concluídas em 2021

A província do Uíge poderá ter, até Maio de 2021, uma nova fábrica de transformação de café, com capacidade para movimentar 700 toneladas por...

Angolanos recorrem ao método “Fazer Sócia” para sobreviverem

Para poderem comprar alimentos cada vez mais caros famílias e indivíduos angolanos têm que “fazer sócia”, um acto que consiste na junção de valores...

Guiné-Bissau regista 14 novos casos para total de 2.403

A Guiné-Bissau registou na última semana 14 novos casos positivos para o novo coronavírus, num total de 2.403 infectados, e manteve o número de...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.