- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Covid-19 Líder espiritual aponta métodos de cura da Covid-19

Líder espiritual aponta métodos de cura da Covid-19

O líder espiritual angolano Nikulay Pinto apontou, no início desta semana em Luanda, o uso de métodos espirituais e medicamentos locais como uma das soluções para cura da Covid-19 em Angola.

Sem detalhar concretamente como serão aplicados esses métodos para a cura dos doentes, o também engenheiro de telecomunicações avançou que precisa apenas de uma autorização das autoridades sanitárias locais para começar a testar os respectivos métodos aos pacientes infectados pelo novo coronavírus.

Em conferência de imprensa, que serviu para apresentar as possíveis soluções para resolver o problema da Covid-19, Nikulay Pinto sublinhou que os métodos de cura contidos na sua proposta “garantem segurança e quase cem por cento de eficácia, sem colocar em risco a saúde das pessoas”.

Segundo o líder espiritual, as reflexões religiosas sobre a cura da Covid-19, que começaram a ser feitas em Março último, prevêem a cura de um infectado no período de três dias.

Orientado pelo princípio bíblico de que “nada é impossível aos olhos de Deus”, Nikulay Pinto entende que a crise pandémica que assola o mundo carece de uma solução espiritual.

Em 17 anos de experiência religiosa, o estudioso referiu também que a sua iniciativa enquadra-se na Lei Nacional de Medicina Tradicional e Complementar, aprovada pelo Executivo angolano, em Agosto último, que visa integrar no Sistema Nacional de Saúde medicamentos tradicionais cientificamente avaliados, seguros, eficazes e de qualidade.

O diploma visa também, entre outras acções, garantir a prática segura e sustentável da medicina tradicional e complementar, com base no incentivo à investigação convencional e ao desenvolvimento tecnológico na área da biotecnologia e integrar no Sistema Nacional de Saúde.

A propósito do assunto, o naturopata angolano José Nguepe também manifestou, recentemente, o interesse de colaborar com as autoridades sanitárias do país e prestar o seu contributo no combate à Covid-19, através da medicina natural, disponibilizando-se em fornecer medicamentos naturais.

“Por exemplo, em Angola existe uma das plantas que combate todo o tipo de vírus em 20 dias. Pois é com essa planta que nos propusemos em preparar um composto específico para salvar a vida das pessoas que estão a ser assoladas pela Covid-19 no país”, revelou em entrevista à Angop.

Sublinhou que a planta existente somente em Angola e no Botswana é denominada “Ipox” e que tem sido utilizada no composto para o tratamento das pessoas portadoras do HIV Sida.

Em resposta, a ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, afirmou, recentemente, que a proposta de combate e prevenção à Covid-19, através da medicina natural, de alguns naturopatas angolanos, já foi remetida ao departamento específico do Instituto Nacional de Investigação da Saúde (INIS), para se aferir a autenticidade e eficácia dos medicamentos naturais.

Sublinhou que os medicamentos da medicina natural ou convencional primeiro devem ser avaliados e certificados, para se aferir a sua eficácia. “Não devemos correr o risco que alguns países tiveram, publicitando medicamentos que não surtiram o efeito desejado”, apelou.

Angola contabiliza 4.672 casos positivos, com 171 óbitos, 1.639 recuperados e 2.862 activos.

Dos activos, 11 estão em estado crítico com ventilação mecânica invasiva, 16 graves, 37 moderados, 80 com sintomas leves e 2.718 assintomáticos.

As autoridades sanitárias seguem 426 doentes nos centros de tratamento no país.

- Publicidade -
- Publicidade -

Economia de Angola sofre recessão de 8,8% no segundo trimestre

A economia de Angola registou um crescimento negativo de 8,8% no segundo trimestre deste ano face ao período homólogo, anunciou hoje o Instituto Nacional...
- Publicidade -

Explosão de engenho provoca três feridos no Cunene

Três pessoas com idade entre 36 a 47 anos de idade ficaram, nesta segunda-feira, gravemente feridas, na localidade de Oshomukuyo, arredores da cidade de...

Malanje: CASA-CE quer mais empenho dos quadros

O secretário provincial executivo da CASA-CE em Malanje, Moisés Ngunza, pediu mais acções dos quadros da organização, para a revitalização da coligação, face aos...

Samakuva defende diálogo entre forças políticas

O ex-líder da UNITA, Isaías Samakuva, defendeu, esta segunda-feira, o diálogo entre o Governo e as formações políticas, para evitar "situações susceptíveis de perturbar...

Notícias relacionadas

Economia de Angola sofre recessão de 8,8% no segundo trimestre

A economia de Angola registou um crescimento negativo de 8,8% no segundo trimestre deste ano face ao período homólogo, anunciou hoje o Instituto Nacional...

Explosão de engenho provoca três feridos no Cunene

Três pessoas com idade entre 36 a 47 anos de idade ficaram, nesta segunda-feira, gravemente feridas, na localidade de Oshomukuyo, arredores da cidade de...

Malanje: CASA-CE quer mais empenho dos quadros

O secretário provincial executivo da CASA-CE em Malanje, Moisés Ngunza, pediu mais acções dos quadros da organização, para a revitalização da coligação, face aos...

Samakuva defende diálogo entre forças políticas

O ex-líder da UNITA, Isaías Samakuva, defendeu, esta segunda-feira, o diálogo entre o Governo e as formações políticas, para evitar "situações susceptíveis de perturbar...

Juristas angolanos alegam que estado de calamidade pública não impede direito de manifestação

Governo proibiu uma manifestação programada para sábado passado. Juristas angolanos concordaram esta segunda-feira que o decreto do estado de calamidade pública não se sobrepõe à...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.