- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Moçambique Renamo acusa Frelimo de perseguir seus membros e impedir acções políticas no...

Renamo acusa Frelimo de perseguir seus membros e impedir acções políticas no centro de Moçambique

O presidente da Renamo acusa a Frelimo partido no poder de perseguir os seus membros e impedir a realização da actividade política nas províncias de Sofala, Manica e Tete, no centro de Moçambique. Denúncia feita por Ossufo Momade no final de uma visita de trabalho as províncias do sul, centro e norte de Moçambique.

Foi após desembarcar no aeroporto internacional de Maputo que o líder da principal forca política manifestou serias preocupações com a vida dos membros do seu partido em algumas províncias.

Onde existem perseguições, o partido no poder usa os líderes comunitários para criar problemas contra os nossos membros. Estou a falar de casos de Nhamatanda, temos caso de Cahora Bassa, Magoe, onde os líderes não permitem que as nossas bandeiras sejam içadas.

Ossufo Momade considera que esta atitude vai contra o acordo de paz e reconciliação nacional assinado o ano passado com o presidente da república Filipe Nyusi.

Enquanto existir esses focos, nós pensamos que a reconciliação não está no lugar.

Para já reitera o presidente da Renamo, que o seu partido e’ pela paz e já trabalha a pensar nas eleições de 2023 e 2024.

- Publicidade -
FonteRFI
- Publicidade -

Economia de Angola sofre recessão de 8,8% no segundo trimestre

A economia de Angola registou um crescimento negativo de 8,8% no segundo trimestre deste ano face ao período homólogo, anunciou hoje o Instituto Nacional...
- Publicidade -

Explosão de engenho provoca três feridos no Cunene

Três pessoas com idade entre 36 a 47 anos de idade ficaram, nesta segunda-feira, gravemente feridas, na localidade de Oshomukuyo, arredores da cidade de...

Malanje: CASA-CE quer mais empenho dos quadros

O secretário provincial executivo da CASA-CE em Malanje, Moisés Ngunza, pediu mais acções dos quadros da organização, para a revitalização da coligação, face aos...

Samakuva defende diálogo entre forças políticas

O ex-líder da UNITA, Isaías Samakuva, defendeu, esta segunda-feira, o diálogo entre o Governo e as formações políticas, para evitar "situações susceptíveis de perturbar...

Notícias relacionadas

Economia de Angola sofre recessão de 8,8% no segundo trimestre

A economia de Angola registou um crescimento negativo de 8,8% no segundo trimestre deste ano face ao período homólogo, anunciou hoje o Instituto Nacional...

Explosão de engenho provoca três feridos no Cunene

Três pessoas com idade entre 36 a 47 anos de idade ficaram, nesta segunda-feira, gravemente feridas, na localidade de Oshomukuyo, arredores da cidade de...

Malanje: CASA-CE quer mais empenho dos quadros

O secretário provincial executivo da CASA-CE em Malanje, Moisés Ngunza, pediu mais acções dos quadros da organização, para a revitalização da coligação, face aos...

Samakuva defende diálogo entre forças políticas

O ex-líder da UNITA, Isaías Samakuva, defendeu, esta segunda-feira, o diálogo entre o Governo e as formações políticas, para evitar "situações susceptíveis de perturbar...

Juristas angolanos alegam que estado de calamidade pública não impede direito de manifestação

Governo proibiu uma manifestação programada para sábado passado. Juristas angolanos concordaram esta segunda-feira que o decreto do estado de calamidade pública não se sobrepõe à...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.