- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Portugal Jardim de infância em Espinho encerrado por 14 dias após mais um...

Jardim de infância em Espinho encerrado por 14 dias após mais um caso positivo de Covid-19

O jardim de infância da Escola Básica N.º 3 de Espinho encerrou por 14 dias, enviando para casa 140 crianças depois de ter sido diagnosticado mais um caso de Covid-19 num funcionário da instituição, revelou hoje fonte da Proteção Civil.

O número de infetados nesse estabelecimento de ensino do distrito de Aveiro, que sexta-feira registava um adulto e uma criança doentes, passa agora a contar com mais um funcionário infetado com o vírus SARS-CoV-2.

Coordenando a Comissão Municipal de Proteção Civil, o comandante dos Bombeiros Voluntários do Concelho de Espinho, Pedro Louro, revelou à Lusa que “a autoridade local de saúde decidiu mandar para quarentena todo o pessoal não docente do jardim de infância, por um máximo de 14 dias, e, sem eles, a escola não tem condições para funcionar, pelo que as 140 crianças estão em casa”.

Na sexta-feira o jardim de infância ainda se mantinha em funcionamento e foi sujeito a operações de higienização, mas esta manhã já se apresentou encerrado. O fecho não afeta, contudo, os edifícios relativos ao ensino do 1.º Ciclo, o que acrescenta às infraestruturas do pré-escolar um universo adicional de cerca de 360 pessoas, entre crianças, docentes e funcionários.

“A situação não é grave, mas a autoridade local de saúde está a ser cautelosa, até porque há aqui uma nuance importante: um dos adultos infetados não reside no município de Espinho, o que significa que a sua situação pessoal e os seus contactos de risco estão a ser monitorizados por outra autoridade de saúde”, nota Pedro Louro.

O adulto em questão tem residência em Ovar, segundo informou outra fonte ligada à Proteção Civil.

- Publicidade -
- Publicidade -

Ana Gomes sobe à custa de Marcelo e Ventura

A candidata da área socialista é cada vez mais a pretendente a Belém com maior margem para impedir uma reeleição retumbante de Marcelo. Ana...
- Publicidade -

Burlas “matam” sonho da casa própria de milhares de famílias

Das dezenas de projectos imobiliários lançados no auge da construção em Luanda, muitos foram parar à barra do tribunal por burlas aos clientes, que...

O tempo e o bom senso (IV)

1 - Há muito que acompanho a trajectória de Jorge Valdano, um argentino com invejável percurso no mundo do futebol (jogador, treinador, dirigente e...

Joana Lina, GPL: “Manifestação foi acto de vandalismo”

Durante a marcha realizada por membros da sociedade civil e apoiada pela UNITA, foram queimadas motas e destruídos contentores de lixo, além do impedimento...

Notícias relacionadas

Ana Gomes sobe à custa de Marcelo e Ventura

A candidata da área socialista é cada vez mais a pretendente a Belém com maior margem para impedir uma reeleição retumbante de Marcelo. Ana...

Burlas “matam” sonho da casa própria de milhares de famílias

Das dezenas de projectos imobiliários lançados no auge da construção em Luanda, muitos foram parar à barra do tribunal por burlas aos clientes, que...

O tempo e o bom senso (IV)

1 - Há muito que acompanho a trajectória de Jorge Valdano, um argentino com invejável percurso no mundo do futebol (jogador, treinador, dirigente e...

Joana Lina, GPL: “Manifestação foi acto de vandalismo”

Durante a marcha realizada por membros da sociedade civil e apoiada pela UNITA, foram queimadas motas e destruídos contentores de lixo, além do impedimento...

Polícia frustra manifestação não autorizada em Luanda

A Policia Nacional frustrou ontem a realização de uma manifestação não autorizada pelas autoridades, por força das medidas restritivas de prevenção e combate à...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.