- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Sociedade Saúde necessita de mais de 24 mil profissionais

Saúde necessita de mais de 24 mil profissionais

O país precisa de mais de 24 mil profissionais de saúde, entre médicos, enfermeiros e técnicos de diagnóstico, para responder à demanda, revelou, nesta sexta-feira, em Luanda, o director Nacional dos Recursos Humanos do MINSA, João Baptista.

Dados disponíveis indicam que, no concurso público de 2018 foram admitidos nove mil 120 profissionais e, em 2019, sete mil.

O Sistema Nacional de Saúde Pública conta, actualmente, com aproximadamente, 100 mil especialistas.

Nos próximos dois anos, no âmbito do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM), o sector vai contar com um reforço de 301 novas unidades sanitárias.

Falando à Angop à margem acto central do 25 de Setembro, Dia Nacional do Trabalhador da Saúde, indicou Luanda, Huíla, Benguela e Huambo, por acolherem o maior número de população no país, como as províncias com mais necessidades em termos de infra-estruturas sanitárias.

Esclareceu que os critérios obedecem ao número da população da região, o perfil epidemiológico e doenças mais frequentes.

“A distribuição dos profissionais, de acordo com as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS), é em função do número da população e das unidades de saúde existentes, incorporando o número de camas, o que faz com que se calcule o rácio entre os profissionais e pacientes”, disse.

O Sistema Nacional de Saúde (SNS) e a Rede Sanitária compreendem duas mil 644 unidades sanitárias, nomeadamente 15 hospitais nacionais, 25 hospitais provinciais, 45 hospitais gerais, 170 hospitais municipais, 442 centros de saúde, 67 centros materno-infantis, mil 880 postos de saúde e 37 outras infra-estruturas.

A 25 de Setembro de cada ano comemora-se em Angola o Dia Nacional do Trabalhador da Saúde, data institucionalizada em homenagem ao médico e nacionalista Américo Alberto de Barros e Assis Boavida.

Na manhã do dia 25 de Setembro de 1968, Américo Boavida morreu, vítima de um bombardeamento aéreo do exército português à “Base Hanói II” do MPLA, onde se encontrava.

O seu nome é hoje associado a um hospital, situado no Distrito Urbano do Rangel, em Luanda.

- Publicidade -
- Publicidade -

A grande ilusão

Outro dia, eu estava a conduzir, passando pela cidade do Huambo e notei várias filas. Pensei que os compatriotas estavam nas filas à espera...
- Publicidade -

Os partidos não são o mercado das competências!

O Presidente é o Titular do Poder Executivo. O titular de todos os poderes. Coberto por um casaco constitucional minuciosamente costurado há oito anos,...

A visão de Joe Biden. Ideias “arrojadas” para reconstruir os EUA

É assim que o candidato presidencial democrata Joe Biden apresenta à América e ao resto do mundo as suas “ideias arrojadas” para pôr fim...

Covid-19: Estudo indica como vírus se espalha em uma sala de aula

A pesquisa apontou que, mesmo com distância de mais de 2 metros entre os estudantes, partículas minúsculas suspensas no ar podem circular entre eles. Em...

Notícias relacionadas

A grande ilusão

Outro dia, eu estava a conduzir, passando pela cidade do Huambo e notei várias filas. Pensei que os compatriotas estavam nas filas à espera...

Os partidos não são o mercado das competências!

O Presidente é o Titular do Poder Executivo. O titular de todos os poderes. Coberto por um casaco constitucional minuciosamente costurado há oito anos,...

A visão de Joe Biden. Ideias “arrojadas” para reconstruir os EUA

É assim que o candidato presidencial democrata Joe Biden apresenta à América e ao resto do mundo as suas “ideias arrojadas” para pôr fim...

Covid-19: Estudo indica como vírus se espalha em uma sala de aula

A pesquisa apontou que, mesmo com distância de mais de 2 metros entre os estudantes, partículas minúsculas suspensas no ar podem circular entre eles. Em...

Por que a mudança para o gás de cozinha ainda é tão lenta em África?

O uso de combustíveis como carvão vegetal ou mesmo querosene para cozinhar é um contribuinte significativo para as mortes relacionadas à poluição. A solução é...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.