- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Sociedade Bengo: Mulher de 22 anos asfixiada até à morte pelo marido na...

Bengo: Mulher de 22 anos asfixiada até à morte pelo marido na centralidade do Capari

Uma mulher de 22 anos foi morta por asfixia pelo marido, de 42, na centralidade do Capari, município do Dande, província do Bengo, disse ao Novo Jornal fonte policial.

Segundo conseguiu apurar o Novo Jornal, o crime ocorreu no interior do apartamento do casal, no bloco oito, cerca das 08:00 da manhã desta quinta-feira,24.

De acordo com porta-voz do Comando Provincial do Bengo da Polícia Nacional (PN), inspector-chefe Gaspar Luís, o móbil do crime está relacionado com questões passionais O homicida confesso não aceitava a separação, matou a esposa e em seguida tentou o suicídio.

“A mulher de 22 anos foi encontrada morta pelos vizinhos, ontem de manhã, em casa, no interior do seu apartamento, na centralidade do Capari”, disse, acrescentando que o homem revelou durante os interrogatórios que estrangulou a esposa e depois quis colocar fim à própria vida.

“Fomos accionados para uma situação de homicídio qualificado seguido de tentativa falhada de suicídio, mas quando chegamos ao local do crime, encontramos a mulher já sem vida”, conta.

Gaspar Luís salientou que as autoridades no local foram informados pelos moradores que o autor confesso do crime de homicídio qualificado “matou a esposa porque não aceitava o fim da relação e não imaginava ver a mulher com outro homem”.

O homicida foi detido no local pelas autoridades, tendo sido detido pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC) Bengo, em coordenação com a Polícia Nacional.

“A agressão terá acontecido num ambiente de violência doméstica, mas as razões da alegada separação e a motivação do crime estão a ser investigadas pelas autoridades”, afirmou.

O cadáver foi transportado para a morgue do Hospital de Caxito.

O homem vai ser ouvido em primeiro interrogatório pelo magistrado do Ministério Público (MP) junto do SIC-Bengo, para conhecer as eventuais medidas de coacção, na próxima segunda-feira, 28.

- Publicidade -
- Publicidade -

João Lourenço responsabiliza UNITA de incitar jovens à desobediência civil

Presidente angolano diz esperar que jornalistas não venham a ser detidos, mas adverte que autoridades vão manter a ordem. O Presidente angolano responsabilizou a UNITA...
- Publicidade -

Manifestação: Tribunal está a interrogar os detidos à porta fechada – Por dia serão ouvidos cerca de 20 cidadãos

Entre os primeiros cidadãos, do grupo dos 103 detidos, ouvidos esta terça-feira no Tribunal Provincial de Luanda "Palácio D. Ana Joaquina", está o secretário-geral...

Marido de Isabel dos Santos morre afogado no Dubai

O marido de Isabel dos Santos, Sindika Dokolo, morreu num acidente no mar no Dubai. A notícia está a ser avançada por jornais internacionais....

Angola substitui Código Penal da era colonial

A Assembleia Nacional aprovou hoje, terça-feira, 27, o novo Código Penal, com 167 votos a favor, nenhum contra, e a abstenção de dois deputados...

Notícias relacionadas

João Lourenço responsabiliza UNITA de incitar jovens à desobediência civil

Presidente angolano diz esperar que jornalistas não venham a ser detidos, mas adverte que autoridades vão manter a ordem. O Presidente angolano responsabilizou a UNITA...

Manifestação: Tribunal está a interrogar os detidos à porta fechada – Por dia serão ouvidos cerca de 20 cidadãos

Entre os primeiros cidadãos, do grupo dos 103 detidos, ouvidos esta terça-feira no Tribunal Provincial de Luanda "Palácio D. Ana Joaquina", está o secretário-geral...

Marido de Isabel dos Santos morre afogado no Dubai

O marido de Isabel dos Santos, Sindika Dokolo, morreu num acidente no mar no Dubai. A notícia está a ser avançada por jornais internacionais....

Angola substitui Código Penal da era colonial

A Assembleia Nacional aprovou hoje, terça-feira, 27, o novo Código Penal, com 167 votos a favor, nenhum contra, e a abstenção de dois deputados...

Manifestação: Comité para a Protecção dos Jornalistas acusa polícia de perseguição e intimidação a jornalistas e exige medidas que garantam a liberdade de imprensa

O Comité para a Protecção dos Jornalistas (CPJ, sigla em inglês), com sede em Nova Iorque, EUA, critica fortemente a polícia angolana por ter...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.