- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Brasil Covid-19: Grupo de 34 reclusos infetados foge de prisão no Brasil

Covid-19: Grupo de 34 reclusos infetados foge de prisão no Brasil

Um grupo de 34 presos, infetados com covid-19, fugiu esta terça-feira através de um túnel de uma prisão no Brasil, com graves problemas de sobrelotação e que tem quase todos os seus reclusos infetados com a doença, adiantaram fontes oficiais.

A fuga ocorreu pelas 05:00 locais (09:00 em Lisboa) na prisão pública de Cambará, no estado do Paraná, sul do país, na fronteira com a Argentina e o Paraguai, segundo o Departamento Penitenciário (Depen) regional numa nota de imprensa.

As autoridades conseguiram capturar, até ao momento, quatro dos 34 fugitivos, enquanto os restantes continuam em paradeiro desconhecido.

A fuga ocorreu pelas 05:00 locais (09:00 em Lisboa) na prisão pública de Cambará, no estado do Paraná, sul do país, na fronteira com a Argentina e o Paraguai.
(DR)

A polícia brasileira abriu uma investigação para esclarecer como os presos foram capazes de cavar um túnel de 30 metros até ao exterior.

Todos os reclusos que escaparam tinham contraído o novo coronavírus, ainda que a maior parte esteja assintomática, de acordo com as fontes ouvidas pela Efe.

Recentemente, os reclusos e funcionários da unidade prisional foram submetidos a testes de despiste para o novo coronavírus que revelaram 118 casos positivos num total de 122 reclusos, além de dois trabalhadores infetados.

O estabelecimento em questão tem capacidade para albergar apenas 42 presos, sendo que a atual lotação é quase o triplo da capacidade máxima permitida, de acordo com o portal G1, da rede Globo.

Devido ao elevado número de contágios foram suspensas novas admissões na prisão e uma equipa de profissionais de saúde deslocou-se ao local para acompanhar a evolução dos pacientes.

Segundo o Governo estadual, o estado de saúde dos presos é bom, com sintomas ligeiros e muitos deles assintomáticos, pelo que nenhum teve de ser transportado para o hospital.

O Depen Nacional, o organismo estatal responsável pela população prisional, de quase 750 mil pessoas, uma das maiores do mundo, contabiliza 24.880 infeções e 110 mortes nas prisões do Brasil, de acordo com os dados oficiais.

- Publicidade -
- Publicidade -

A segunda parte do Lourencismo

O próximo sábado, 24 de Outubro, voltará a ser um dia tenso em Luanda. Em contexto de profunda crise económica, desemprego e carências, jovens...
- Publicidade -

FMI: Angola não recupera da pandemia até 2024

O Fundo Monetário Internacional (FMI) considerou hoje num relatório que as maiores economias da África subsaariana, onde se inclui Angola, não deverão recuperar os...

PNUD e IGAE assinam memorando com vista ao combate à corrupção

As duas instituições pretendem trabalhar para a elaboração de instrumentos legais que visam a avaliação de riscos contra a corrupção e previsão de medidas...

Falta de limpeza nas valas de drenagem preocupa moradores

Os moradores do bairro Rocha Pinto pedem “intervenção urgente” da Administração do Distrito da Maianga para limpeza da vala de drenagem do canal 3,...

Notícias relacionadas

A segunda parte do Lourencismo

O próximo sábado, 24 de Outubro, voltará a ser um dia tenso em Luanda. Em contexto de profunda crise económica, desemprego e carências, jovens...

FMI: Angola não recupera da pandemia até 2024

O Fundo Monetário Internacional (FMI) considerou hoje num relatório que as maiores economias da África subsaariana, onde se inclui Angola, não deverão recuperar os...

PNUD e IGAE assinam memorando com vista ao combate à corrupção

As duas instituições pretendem trabalhar para a elaboração de instrumentos legais que visam a avaliação de riscos contra a corrupção e previsão de medidas...

Falta de limpeza nas valas de drenagem preocupa moradores

Os moradores do bairro Rocha Pinto pedem “intervenção urgente” da Administração do Distrito da Maianga para limpeza da vala de drenagem do canal 3,...

Bonga realiza espectáculos em Portugal e lança novo álbum nos 45 anos da independência de Angola

O projecto conta com mais de uma dezena de artistas, que atuam no dia da independência, 11 de novembro, no Teatro Capitólio, no Parque...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.