- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Política Angola formaliza adesão à Agência Internacional de Energia Atómica

Angola formaliza adesão à Agência Internacional de Energia Atómica

Angola formalizou, esta segunda-feira (21), em Viena, Áustria, a sua adesão à Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA), com a entrega dos respectivos três instrumentos àquela entidade.

A embaixadora de Angola na Áustria, Teodolinda Rosa Rodrigues Coelho, procedeu à entrega dos três instrumentos ao director-geral da agência, Mariano Grossi, à margem da 64ª Sessão Ordinária da Conferência Geral da AIEA, o principal órgão daquela organização internacional.

No quadro dos esforços do Governo angolano, focado no combate à pandemia do Covid19, a AIEA aproveitou o momento para oferecer a Angola meios e equipamentos para a detecção rápida do Covid-19.

A Assembleia Nacional de Angola havia aprovado, em Dezembro de 2019, os três instrumentos, cuja deposição torna o país africano Estado Parte da Convenção sobre Segurança Nuclear, da Convenção sobre Proteção Física de Material Nuclear (CPPNM) e a sua respectiva Emenda.

Com este passo, Angola expressa a sua vontade de vinculação aos tratados que reforçam a protecção e segurança nuclear em todo o mundo.

No acto, a embaixadora Teodolinda Rosa Rodrigues Coelho sublinhou que, com o depósito desses três instrumentos jurídicos, Angola “reforça” o seu compromisso de utilizar a ciência e tecnologia nuclear para fins pacíficos.

Adoptada em 1994, a Convenção sobre Segurança Nuclear integra 89 Estados Partes e impõe aos membros que operam centrais nucleares civis terrestres a manter um “alto” nível de segurança.

A Convenção sobre a Protecção Física de Material Nuclear (CPPNM), adoptada em 1979, possui 162 Estados Partes, dos quais 125 países, Angola incluída, fazem parte também da sua Emenda.

A Convenção CPPNM tem como foco a protecção física de materiais nucleares usados ​​para fins pacíficos durante o transporte internacional.

Em 2005, os Estados Partes da Convenção CPPNM adoptaram a Emenda a fim de ampliar seu escopo para incluir igualmente requisitos de protecção física para as instalações e materiais nucleares para uso doméstico, armazenamento e transporte.

A referida emenda entrou em vigor no dia 8 de Maio de 2016 e prevê também a ampliação da cooperação, a partilha de informações entre os Estados Partes para a localização e recuperação de material extraviado e/ou eventualmente roubado em accões de sabotagem.

Angola é Estado Membro da AIEA desde Novembro de 1999 e tem assinado com esta um acordo de parceria para o período de 2019-2023, avaliado em 2,9 milhões de euros.

O documento versa sobre a implementação de projectos em Angola, nas áreas da saúde e nutrição, alimentação e agricultura, água e meio ambiente, energia e indústria, protecção e segurança contra a radiação, produção animal e fabrico de vacinas para animais.

- Publicidade -
FonteAngop
- Publicidade -

Dúvidas acabam em Novembro: Falta pouco para saber se haverá uma vacina eficaz

Há 44 candidatas em avaliação clínica e, destas, dez já estão na última fase de testes. No final de Novembro ,já se saberá se...
- Publicidade -

Organizações da sociedade civil repudiam cobrança de emolumentos no ensino secundário

Três organizações da sociedade civil realizaram, nesta terça-feira, 27, em Luanda, uma conferência de imprensa onde apresentaram uma carta aberta dirigida ao Presidente da...

Renovação: Congresso da FNLA agendado para Junho

O Comité Central da FNLA decidiu, ontem, agendar, para o período entre 16 e 19 de Junho, o quinto Congresso Ordinário do partido, que...

Ursula von der Leyen alerta que “Natal deste ano será diferente”

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, afirmou que "o Natal deste ano será diferente" devido à pandemia de covid-19, e depende...

Notícias relacionadas

Dúvidas acabam em Novembro: Falta pouco para saber se haverá uma vacina eficaz

Há 44 candidatas em avaliação clínica e, destas, dez já estão na última fase de testes. No final de Novembro ,já se saberá se...

Organizações da sociedade civil repudiam cobrança de emolumentos no ensino secundário

Três organizações da sociedade civil realizaram, nesta terça-feira, 27, em Luanda, uma conferência de imprensa onde apresentaram uma carta aberta dirigida ao Presidente da...

Renovação: Congresso da FNLA agendado para Junho

O Comité Central da FNLA decidiu, ontem, agendar, para o período entre 16 e 19 de Junho, o quinto Congresso Ordinário do partido, que...

Ursula von der Leyen alerta que “Natal deste ano será diferente”

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, afirmou que "o Natal deste ano será diferente" devido à pandemia de covid-19, e depende...

Covid-19 já matou ao menos 20 candidatos em campanha no país

Ao menos 20 candidatos na eleição municipal deste ano morreram em decorrência da Covid-19 desde 27 de setembro, data que marca o início da...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.