- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Política Chefe de Estado discursa hoje na ONU

Chefe de Estado discursa hoje na ONU

O Presidente da República discursa, hoje, no debate geral da 75ª sessão da Assembleia-Geral das Nações Unidas, que, pela primeira vez, decorre em videoconferência, devido à pandemia da Covid-19.

João Lourenço discursa às 22 horas (17 horas em Nova Iorque), sede das Nações Unidas. Tal como todos os Chefes de Estado, João Lourenço vai intervir através de um vídeo pré-gravado.

Ao intervir na Reunião de Alto Nível da 75ª Sessão da Assembleia-Geral das Nações Unidas sobre os Objectivos do Desenvolvimento Sustentável, na sexta-feira, também por videoconferência, o Presidente da República informou que o Executivo quer eliminar a pobreza ex-trema no país e reduzir, significativamente, os níveis multidimensionais do problema até 2030.

Durante o evento, organizado pelo Secretário-Geral da ONU, o Chefe de Estado ressaltou que Angola atribui grande importância às questões relacionadas com o combate à pobreza e elevação do bem-estar e da qualidade de vida das populações. Informou que, dos 70 programas de acção que integram o Plano de Desenvolvimento Nacional para 2018-2022, 36 têm incidência sobre a meta da eliminação da pobreza extrema e da redução da pobreza multidimensional.

- Publicidade -
FonteJA
- Publicidade -

China alerta firmas suecas sobre acção idêntica após proibição da Huawei

Segundo o Vanguard,  a China aconselhou a Suécia a levantar a proibição das suas empresas chinesas de tecnologia da rede 5G, alertando-a sobre  os...
- Publicidade -

Unitel distinguida pelo combate à fraude

A operadora angolana de telefonia móvel Unitel foi distinguida, com o reconhecimento de mérito, pela promoção, durante dois anos, do combate à fraude e...

Sudão prestes a sair da lista negra americana

Depois de meses de negociações entre as autoridades transitórias sudanesas e a administração americana, Cartum está prestes a sair da lista dos países que...

Tiros contra manifestantes geram onda de indignação na Nigéria

As hashtags #EndSARS e #LekkiMassacre proliferam-se pelas contas no Twitter após tiros atingirem manifestantes num protesto contra a polícia em Lagos. Amnistia Internacional trabalha...

Notícias relacionadas

China alerta firmas suecas sobre acção idêntica após proibição da Huawei

Segundo o Vanguard,  a China aconselhou a Suécia a levantar a proibição das suas empresas chinesas de tecnologia da rede 5G, alertando-a sobre  os...

Unitel distinguida pelo combate à fraude

A operadora angolana de telefonia móvel Unitel foi distinguida, com o reconhecimento de mérito, pela promoção, durante dois anos, do combate à fraude e...

Sudão prestes a sair da lista negra americana

Depois de meses de negociações entre as autoridades transitórias sudanesas e a administração americana, Cartum está prestes a sair da lista dos países que...

Tiros contra manifestantes geram onda de indignação na Nigéria

As hashtags #EndSARS e #LekkiMassacre proliferam-se pelas contas no Twitter após tiros atingirem manifestantes num protesto contra a polícia em Lagos. Amnistia Internacional trabalha...

Último debate entre Trump e Biden com microfones silenciados

Faltam duas semanas para as eleições e as campanhas dos candidatos à Casa Branca já estão em contrarrelógio. Na quinta-feira, Donald Trump e Joe...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.