- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Europa Ex-ministro do Interior espanhol indiciado por espionagem ilegal

Ex-ministro do Interior espanhol indiciado por espionagem ilegal

Juiz suspeita que Jorge Fernández Díaz mandou espiar o antigo tesoureiro do seu Partido Popular e retirar documentação da sua casa. Tudo para ocultar responsabilidades da direção e do Governo de Mariano Rajoy na rede de corrupção Gürtel, que acabaria por conduzir à sua queda.

O antigo ministro do Interior espanhol Jorge Fernández Díaz foi indiciado, esta sexta-feira, por espionagem policial ilegal com fundos públicos. A justiça suspeita que o ex-governante terá mandado vigiar Luis Bárcenas, ex-tesoureiro do Partido Popular (PP, centro-direita) envolvido na rede de corrupção Gürtel, que levou à queda do Governo de Mariano Rajoy.

O caso Gürtel envolvia um sistema de financiamento irregular do PP. No centro do caso estava Bárcenas que registava essas manobras numa contabilidade paralela à oficial do partido (e delas beneficiava), em virtude do seu cargo. O tesoureiro possuía importante documentação, incluindo listas de donativos ilícitos de construtores civis a troco de adjudicações de obras, e pagamentos de complementos de salários a dirigentes partidários, incluindo Rajoy.

A condenação de Bárcenas a 33 anos de cadeia foi gatilho para a moção de censura que depôs o Executivo de Rajoy, em 2018. Desde então governa o socialista Pedro Sánchez.

Terá sido por Bárcenas ter tanta documentação que Fernández Díaz, muito próximo de Rajoy, ordenou que fosse espiado por agentes da sua confiança, a quem chamava “polícia patriótica”. Houve também um esforço por retirar de casa do tesoureiro papéis comprometedores para o PP, utilizando para tal o motorista do tesoureiro, Sergio Ríos, que recebeu 53 mil euros pelos seus serviços — procedentes de fundos reservados do Ministério do Interior, que também serviam para remunerar a espionagem — e foi em seguida colocado na polícia, onde ainda está.

O juiz Manuel García Castellón quer interrogar o ex-ministro no próximo dia 30 de outubro, diligência que considera “necessária, útil e pertinente”. Um dia antes ouvirá o antigo secretário de Estado da Segurança, Francisco Martínez, que se disponibilizou a “contar tudo”. O Congresso dos Deputados também lançou uma comissão parlamentar de inquérito.

O magistrado não indiciou por agora a antiga secretária-geral do PP María Dolores de Cospedal, então ministra da Defesa, nem o seu marido Ignacio López del Hierro. A Procuradoria Anticorrupção pedira que ambos fossem acusados.

O presidente do PP, Pablo Casado, prometeu que “cairá quem tiver de cair”. Os estatutos do partido preveem a suspensão de militantes judicialmente indiciados e um processo interno que pode culminar na expulsão. Casado lembra repetidamente que na altura dos factos era “apenas um deputado”, mas o certo é que integrava a direção do PP com Rajoy.

- Publicidade -
- Publicidade -

Músculos, cocaína e redenção: como Jean-Claude Van Damme conseguiu ressurgir das cinzas aos 60

Astro de filmes de ação passou da glória ao nada por causa de vícios e uma ambição desenfreada, mas voltou a trabalhar e reconquistou...
- Publicidade -

Presidente guineense apresenta condolências pessoalmente a José Eduardo dos Santos

Umaro Sissoco Embaló visita antigo Presidente angolano a propósito do falecimento do genro e encontra-se com o jogador Ansu Fati O Presidente da Guiné-Bissau, Umaro...

Consternada, Isabel dos Santos reage à morte do marido: “Obrigado aos que partilham a nossa dor”

A empresária angolana reagiu, na tarde desta quinta-feira, à morte do marido. Isabel dos Santos fala em “enorme tristeza e dor”. Sindika Dokolo morreu nesta...

‘Nananana’ não, 60 anos de obsessões no reinado de Roberto Carlos

Veto do Rei para gravação de ‘Nossa Senhora’ em vinil de Nando Reis é apenas mais um numa longa lista do férreo controle que...

Notícias relacionadas

Músculos, cocaína e redenção: como Jean-Claude Van Damme conseguiu ressurgir das cinzas aos 60

Astro de filmes de ação passou da glória ao nada por causa de vícios e uma ambição desenfreada, mas voltou a trabalhar e reconquistou...

Presidente guineense apresenta condolências pessoalmente a José Eduardo dos Santos

Umaro Sissoco Embaló visita antigo Presidente angolano a propósito do falecimento do genro e encontra-se com o jogador Ansu Fati O Presidente da Guiné-Bissau, Umaro...

Consternada, Isabel dos Santos reage à morte do marido: “Obrigado aos que partilham a nossa dor”

A empresária angolana reagiu, na tarde desta quinta-feira, à morte do marido. Isabel dos Santos fala em “enorme tristeza e dor”. Sindika Dokolo morreu nesta...

‘Nananana’ não, 60 anos de obsessões no reinado de Roberto Carlos

Veto do Rei para gravação de ‘Nossa Senhora’ em vinil de Nando Reis é apenas mais um numa longa lista do férreo controle que...

Morreu o actor Sean Connery, o eterno James Bond

Actor, nascido em Edimburgo, tinha 90 anos. O actor escocês Sean Connery, que deu vida à célebre personagem James Bond, faleceu aos 90 anos, avança...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.