- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Sociedade Pandemia de Covid-19 agrava situação das vendedoras ambulantes em Angola

Pandemia de Covid-19 agrava situação das vendedoras ambulantes em Angola

Aumentaram as dificuldades na vida das vendedoras ambulantes de Angola durante a pandemia. É a principal conclusão do estudo sobre o “Impacto da Covid-19 na vida das zungueiras”, agora divulgado pela organização ASSOGE.

Segundo a Associação Observatório de Políticas da Perspectiva de Género (ASSOGE) a pobreza aumentou entre as famílias suportadas por vendedoras ambulantes durante o período do confinamento social imposto aos cidadãos em Angola devido à Covid-19.

A directora adjunta da organização não-governamental angolana, Florita Telo, disse que, entre Março e maio, as mulheres inseridas no mercado informal tiveram uma perda de 85% no rendimento dos seus negócios. As dificuldades são muitas.

“A situação da pandemia trouxe dificuldades adicionais à actividade da zunga (venda ambulante) que se reflecte no acesso a mercadorias, na possibilidade de vender essas mercadorias e também nos números de clientes. Outro assunto tem a ver com a dificuldade de locomoção por parte destas mulheres”, explicou.

Durante os últimos quatro meses, o Governo restringiu a actividade comercial nos mercados informais. A venda era feita apenas três dias por semana, das 6 horas às 13 horas. Segundo o estudo da ONG angolana, a medida aprofundou problemas já enfrentados pelas famílias das zungueiras.

“No ambiente familiar houve mais dificuldades de suprir necessidades básicas, como a alimentação, sobretudo, pelas medidas que foram tomadas e por consequência de despedimento de maridos de algumas zungueiras neste período e acabou por impactar negativamente. Também houve uma mudança significativa da rotina de lazer destas mulheres e das suas famílias.”, revelou Florita Telo.

Brutalidade policial
O estudo denuncia ainda a brutalidade dos fiscais e da polícia que exigem valores acima do rendimento das comerciantes quando confiscam as sua mercadorias.

A queixa sobre os maltratos é reforçada à DW por Conceição Manuel, vendedora ambulante há 15 anos, na capital angolana. “Mesmo no dia dedicado para a venda, os fiscais correm connosco. Os fiscais levaram um negócio de 15 mil kwanzas (cerca de 20 euros). Fiquei detida e tive de pagar dez mil kwanzas (cerca de 13 euros) para ser solta e o negócio não foi devolvido. Só voltei a vender esta semana”, conta a zungueira.

Deolinda Dinis, zungueira no mercado do São Paulo, em Luanda, diz que o dinheiro da venda diária durante a quarentena servia apenas para a aquisição de bens alimentares. Essa situação causou a falência a muitas mulheres.

“O negócio faliu muito. Você vende hoje e não vende no dia seguinte. O pouco que vai vender acaba todo com a compra de comida. Até ir comprar novamente, o dinheiro já não chega para o negócio. Mas estamos a contentar-nos mesmo assim”, relata a vendedora.

- Publicidade -
FonteDW
- Publicidade -

Conferência Internacional de Arbitragem aborda ‘Resolução de conflitos em tempos de mudança’

Adicionalmente, em formato de workshop, será abordada a Resolução de Disputas no Desporto Profissional. Resolução de Conflitos em Tempos de Mudança é o tema fulcral...
- Publicidade -

TPA apresenta reportagens sobre corrupção em Angola

A Televisão Pública de Angola (TPA) iniciou, na segunda-feira, a apresentação de uma série de 11 reportagens intituladas “O Banquete”, que mostra como altas...

Morreu Diego Maradona, avança a imprensa argentina

Antiga estrela do futebol tinha 60 anos. A antiga estrela do futebol mundial, Diego Armando Maradona, morreu esta quarta-feira aos 60 anos, avança a imprensa argentina. Maradona,...

Músico Teta Lágrimas aponta aumento da qualidade no produto musical angolano (Vídeo Fair Play)

Membro de uma família de músicos, que desde criança se apaixonou pela arte, Teta Lágrimas considera que a música angolana ganhou muito nos últimos...

Notícias relacionadas

Conferência Internacional de Arbitragem aborda ‘Resolução de conflitos em tempos de mudança’

Adicionalmente, em formato de workshop, será abordada a Resolução de Disputas no Desporto Profissional. Resolução de Conflitos em Tempos de Mudança é o tema fulcral...

TPA apresenta reportagens sobre corrupção em Angola

A Televisão Pública de Angola (TPA) iniciou, na segunda-feira, a apresentação de uma série de 11 reportagens intituladas “O Banquete”, que mostra como altas...

Morreu Diego Maradona, avança a imprensa argentina

Antiga estrela do futebol tinha 60 anos. A antiga estrela do futebol mundial, Diego Armando Maradona, morreu esta quarta-feira aos 60 anos, avança a imprensa argentina. Maradona,...

Músico Teta Lágrimas aponta aumento da qualidade no produto musical angolano (Vídeo Fair Play)

Membro de uma família de músicos, que desde criança se apaixonou pela arte, Teta Lágrimas considera que a música angolana ganhou muito nos últimos...

Angola com reservas internacionais líquidas de 8,4 mil milhões dólares

Angola possui 8.4 mil milhões de dólares norte-americanos de reserva internacional, que cobrem cerca de 11 meses de importações. A informação foi prestada nesta terça-feira...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.