- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Vida Saúde Médicos enaltecem condições do novo Hospital no Bié

Médicos enaltecem condições do novo Hospital no Bié

Alguns médicos nacionais e estrangeiros da província do Bié enalteceram as condições técnicas e profissionais colocadas no novo Hospital Central do Bié, inaugurado, este sábado, pelo Presidente da República, João Lourenço.

Em declarações à ANGOP, reconhecerem as valências técnicas existentes na actual infra – estrutura, comparando-as com as existentes em unidades semelhantes da Europa, o que vai permitir salvar mais vidas humanas.

O médico angolano Francisco Lopes disse que a estrutura traz maior qualidade no diagnóstico e tratamento das doenças.

A opinião é corroborada pelo seu colega José Mendes, também angolano, para quem a novo hospital possui equipamentos de ponta, realçando as áreas de imagiologia e o laboratório.

O médico cubano, Juan Cancio Rondón, especialista em medicina interna, disse terem encontrado um Hospital construído em 1945, praticamente durante a segunda guerra mundial em um “estado muito depauperado”, com condições mínimas.

Agora, realçou, o povo angolano, especialmente da província do Bié, ganha uma “maravilha de saúde”, por dispor de uma estrutura de primeiro mundo.

Já o seu concidadão Ronald Firmino Gonzale, um dos quatro médicos cirurgiões no Bié, onde trabalha há dois anos, destacou igualmente a envergadura da obra, considerando haver “muita evolução”.

“As condições actuais são muito boas, porque tem sete blocos operatórios com condições adequadas”, sublinhou.

Localizada no bairro da Caluapanda, a cinco quilómetros a sul da cidade do Cuito (capital da província do Bié), a nova unidade hospitalar, que ocupa uma área de 50 mil metros quadrados, custou 48,6 milhões de Euros, financiados pelo banco francês Société Générale.

Com capacidade instalada de 250 camas e baptizado com o nome do “Dr. Walter Strangway”, o funcionamento do hospital será assegurado por 1.019 profissionais, sendo 96 médicos, 609 enfermeiros, 96 especialistas de diagnóstico e terapêuticos, 141 técnicos de apoio hospitalar e 77 administrativos.

Dentre os profissionais, constam especialistas de nacionalidades angolana e cubana nas áreas de Nefrologia, Anatonomia Patológica, Gastroenterelogia, Neurologia, Ortopedia/Traumatologia, Psiquiatria, Intensivista/Anestesia e Reabilitação.

- Publicidade -
- Publicidade -

Governador apela ao rigor e profissionalismo na saúde

O governador do Namibe, Archer Mangueira, apelou, na sexta-feira, aos quadros da saúde rigor, profissionalismo e um atendimento mais humanizado dos utentes das unidades...
- Publicidade -

Agostinho Neto é marca indelével da política angolana

Agostinho Neto marca indelevelmente a política angolana e é o ponto de partida da evolução desta, tendo proclamado a independência de Angola em 11...

Corrida à presidência do CPA com candidato único

As eleições no Comité Paralímpico Angolano (CPA) para o quadriénio 2020/24 terão apenas um candidato, Leonel da Rocha Pinto, fazendo jus à história desde...

Zaire: Baleia de seis metros encontrada morta no Nzeto

Uma baleia com seis metros de comprimento foi encontrada morta sexta-feira, na baía da comuna da Musserra, município do Nzeto, na província do Zaire. O...

Notícias relacionadas

Governador apela ao rigor e profissionalismo na saúde

O governador do Namibe, Archer Mangueira, apelou, na sexta-feira, aos quadros da saúde rigor, profissionalismo e um atendimento mais humanizado dos utentes das unidades...

Agostinho Neto é marca indelével da política angolana

Agostinho Neto marca indelevelmente a política angolana e é o ponto de partida da evolução desta, tendo proclamado a independência de Angola em 11...

Corrida à presidência do CPA com candidato único

As eleições no Comité Paralímpico Angolano (CPA) para o quadriénio 2020/24 terão apenas um candidato, Leonel da Rocha Pinto, fazendo jus à história desde...

Zaire: Baleia de seis metros encontrada morta no Nzeto

Uma baleia com seis metros de comprimento foi encontrada morta sexta-feira, na baía da comuna da Musserra, município do Nzeto, na província do Zaire. O...

MPLA denuncia campanhas contra Angola

O Bureau Político do MPLA denunciou, neste sábado, as campanhas de intoxicação movidas contra as instituições do Estado angolano e o Presidente da República,...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.