- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Cultura Música Sou Alam, o regresso aos palcos do cantor português e mirandês

Sou Alam, o regresso aos palcos do cantor português e mirandês

As actividades artísticas em França têm uma retoma um pouco aquém das expectativas, isto devido às medidas sanitárias cada vez mais drásticas e também ao medo que o público pode sentir por ficar em contacto com outras pessoas num recinto fechado.

O desconfinamento ocorreu em Maio, no entanto as actividades artísticas recomeçaram só em Julho. Desde então as críticas chovem sobre o Governo, visto que os profissionais dessas mesmas actividades querem medidas mais leves nos recintos de concertos, espectáculos, ou ainda nos cinemas e museus.

No entanto com o recrudescimento de casos em França, várias províncias e distritos estão novamente em zona vermelha, o que significa que o vírus está activo e continua a circular.

Os artistas têm sofrido dessa falta de trabalho sobretudo ao nível financeiro. Sou Alam, de seu verdadeiro nome Alain Paulo, vai realizar o seu segundo concerto a 19 de Setembro na Comédia Nation em Paris.

Sou Alam, que nasceu em França em 1970, tem a particularidade de ser um artista que canta em português, mas também na língua específica da região de onde é originário em Portugal, o mirandês.

Para a RFI, o lusodescendente abordou as dificuldades que os cantores têm com a falta de concertos, começando por abordar esse regresso aos palcos a 19 de Setembro.

Sou Alam, filho de imigrantes portugueses em França, vai interpretar a 19 de Setembro um repertório constituído de música de Zeca Afonso, mas igualmente de melodias em mirandês, segunda língua oficial de Portugal, o toque especial deste artista.

- Publicidade -
- Publicidade -

Portos devem servir para transbordo de mercadorias em África

O ministro dos Transportes, Ricardo D'Abreu, declarou esta quarta-feira ser pretensão do governo fazer dos portos angolanos verdadeiras plataformas logísticas regionais, para o transbordo...
- Publicidade -

ONU acusa Venezuela de “possíveis crimes contra a humanidade”

Investigadores das Nações Unidas acusam o Presidente da Venezuela e outras figuras do Estado de terem cometido "possíveis crimes contra a humanidade". As acusações...

Moçambique: Dois ataques contra autocarros em Sofala atribuídos à Junta Militar da Renamo

Homens armados protagonizaram na manhã desta quinta-feira, 17 de Setembro, dois novos ataques na estrada nacional N°6, na província de Sofala, provocando sete feridos...

Última Hora: Túnel da Avenida João XXI em Lisboa cortado devido a incêndio

O Túnel da Avenida João XXI, em Lisboa, está hoje de manhã cortado ao trânsito nos dois sentidos devido a um incêndio num posto...

Notícias relacionadas

Portos devem servir para transbordo de mercadorias em África

O ministro dos Transportes, Ricardo D'Abreu, declarou esta quarta-feira ser pretensão do governo fazer dos portos angolanos verdadeiras plataformas logísticas regionais, para o transbordo...

ONU acusa Venezuela de “possíveis crimes contra a humanidade”

Investigadores das Nações Unidas acusam o Presidente da Venezuela e outras figuras do Estado de terem cometido "possíveis crimes contra a humanidade". As acusações...

Moçambique: Dois ataques contra autocarros em Sofala atribuídos à Junta Militar da Renamo

Homens armados protagonizaram na manhã desta quinta-feira, 17 de Setembro, dois novos ataques na estrada nacional N°6, na província de Sofala, provocando sete feridos...

Última Hora: Túnel da Avenida João XXI em Lisboa cortado devido a incêndio

O Túnel da Avenida João XXI, em Lisboa, está hoje de manhã cortado ao trânsito nos dois sentidos devido a um incêndio num posto...

Viaduto do Cazenga é inaugurado hoje

O viaduto Luanda/Cazenga, localizado entre os distritos urbanos do Rangel e do Tala-Hady, na capital do país, será inaugurado hoje, sexta-feira, 18 de Setembro,...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.