- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Brasil Posição de Toffoli sobre a Lava Jato segue desconhecida, diz professor

Posição de Toffoli sobre a Lava Jato segue desconhecida, diz professor

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Dias Toffoli deixou a presidência da corte e pode assumir os julgamentos da Operação Lava Jato. Para discutir a questão, a Sputnik Brasil ouviu Acácio Miranda, especialista em direito penal, que avalia que apesar de erros da Lava Jato, a posição de Toffoli ainda é uma incógnita.

Dias Toffoli deixou a presidência do STF na quarta-feira (9), posto que será ocupado pelo ministro Luiz Fux. Toffoli deve substituir em breve o ministro decano Celso de Mello na segunda turma do Supremo, que está de licença e se aposentará no final de outubro.

Para Acácio Miranda da Silva Filho, advogado e professor, especialista em direito penal, constitucional e eleitoral, não há indícios de que Toffoli tomará partido contra ou a favor da Lava Jato em casos de recursos contra decisões envolvendo a operação, uma vez que ações anteriores do ministro apontaram nas duas direções.

“O ministro Dias Toffoli, em decisões anteriores envolvendo a Lava Jato, não demonstrou estar afinado a nenhum entendimento, seja ele contrário à Lava Jato, seja ele favorável à Lava Jato. Ele já teve decisões – portanto formou jurisprudência – nos dois sentidos. Acredito que o retorno dele à segunda turma, por si só, não é suficiente para nós afirmarmos que ele agirá ou que ele atuará em prol dos recorrentes”, disse o especialista em entrevista à Sputnik Brasil.

A Lava Jato tem passado por um processo de desgaste principalmente a partir do vazamento de conversas entre os procuradores da operação em 2019. Desde então a operação tem sofrido derrotas judiciais, incluindo a anulação de sentenças. Para o especialista, o STF não seria o único responsável por esse processo.

“A Lava Jato vem se enfraquecendo até por um posicionamento do Ministério Público Federal [MPF]. O próprio procurador-geral da República, Augusto Aras, que é indicado pelo governo [do presidente Jair] Bolsonaro, já demonstrou em todas as oportunidades que teve que não é um entusiasta da operação ou, ao menos neste momento, não é um entusiasta da manutenção da operação”, afirmou Acácio Miranda.

O especialista avalia também que a principal figura da Lava Jato, o ex-juiz e ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, cometeu excessos na condução da operação.

“Analisando tecnicamente eu vejo inúmeros excessos, tanto na condução da operação pelo juiz Sergio Moro, como na condução de determinados atos pelo Ministério Público Federal e pela Polícia Federal. A Operação Lava Jato, para nós estudiosos do Direito, é uma quebra de paradigma, porque até então nós adotávamos uma teoria do processo penal que é o garantismo, e a Operação Lava Jato, com forte influências do direito norte-americano, nos trouxe a adoção do eficientismo”, afirma o professor, que acrescenta ainda que esse paradigma não estaria sendo adotado em outros processos e operações.

Miranda avalia que erros da Lava Jato reverberaram de forma política e eleitoral. Para ele, mesmo quem se beneficiou politicamente da operação hoje atua para que ela seja encerrada.

“Os grandes beneficiários da Lava Jato são os que hoje estão jogando a terra em cima do caixão. Então são inúmeros os erros [da operação], gastaríamos horas falando aqui, tanto sobre os aspectos técnicos como sobre os aspectos políticos”, conclui.

- Publicidade -
FonteSputnik
- Publicidade -

Caso São Vicente: PGR confia na recuperação do dinheiro e admite ouvir personalidades da Sonangol

A Procuradoria Geral da República (PGR) de Angola assegura que tudo está a fazer para recuperar os 900 milhões de dólares congelados na conta...
- Publicidade -

Ministério Público quer agravar pena de prisão a “Zénu” dos Santos e co-acusados

O Tribunal Supremo (TS) de Angola terá que decidir se vai agravar ou aliviar as sentenças impostas aos acusados no “processo dos 500 milhões”. O...

Sociedade civil e partidos extra-parlamentares estão “vigilantes” com a criação da frente patriótica

O Ex-secretário Executivo do Comité Intereclesial para a Paz em Angola (COIEPA), reverendo Ntony Njnga, felicitou a iniciativa de se criar uma Frente Patriótica...

EUA contrabandeiam petróleo para fora da Síria durante a noite em 35 camiões-cisterna, diz mídia

A região do nordeste da Síria contém a maior parte das reservas de petróleo do país e é também o território onde a maioria...

Notícias relacionadas

Caso São Vicente: PGR confia na recuperação do dinheiro e admite ouvir personalidades da Sonangol

A Procuradoria Geral da República (PGR) de Angola assegura que tudo está a fazer para recuperar os 900 milhões de dólares congelados na conta...

Ministério Público quer agravar pena de prisão a “Zénu” dos Santos e co-acusados

O Tribunal Supremo (TS) de Angola terá que decidir se vai agravar ou aliviar as sentenças impostas aos acusados no “processo dos 500 milhões”. O...

Sociedade civil e partidos extra-parlamentares estão “vigilantes” com a criação da frente patriótica

O Ex-secretário Executivo do Comité Intereclesial para a Paz em Angola (COIEPA), reverendo Ntony Njnga, felicitou a iniciativa de se criar uma Frente Patriótica...

EUA contrabandeiam petróleo para fora da Síria durante a noite em 35 camiões-cisterna, diz mídia

A região do nordeste da Síria contém a maior parte das reservas de petróleo do país e é também o território onde a maioria...

Metropolitan Opera de Nova Iorque cancela toda a temporada 2020/2021

A companhia norte-americana Metropolitan Opera, em Nova Iorque, anunciou hoje o cancelamento de toda a temporada de espectáculos 2020-2021, por causa da covid-19, numa...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.