- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Sociedade Lunda Sul: Assaltantes da cadeia de Luzia que tentaram libertar recluso foram...

Lunda Sul: Assaltantes da cadeia de Luzia que tentaram libertar recluso foram condenados a 16 e 18 anos de prisão

O Tribunal Provincial da Lunda-sul condenou nove cidadãos, um a 18 anos e oito na pena de 16 anos de prisão maior, todos envolvidos no ataque à unidade prisional de Luzia, em Outubro de 2019, quando tentavam retirar um recluso detido por posse ilegal de arma de fogo.

Na invasão, cinco integrantes do gangue de marginais foram mortos pelas forças de protecção do estabelecimento penitenciário e na mesma sessão de julgamento, que teve lugar na terça-feira, o tribunal absolveu 20 cidadãos por não se ter provado o seu envolvimentos nos crimes em quem estavam acusados pelo Ministério Público.

O cidadão Gildo Lova, também conhecido como “Comandante Trovoada”, por ser o mentor do ataque frustrado, teve pena superior aos demais réus, foi condenado a 18 anos de prisão maior.

Os nove réus foram acusados pelos crimes de homicídio frustrado, rebelião, associação criminosa e posse ilegal de arma de fogo.

De recordar que os factos, como o Novo Jornal noticiou na ocasião, ocorreram no dia 31 de Outubro de 2019, quando um grupo de indivíduos, numa acção armada, atacou à cadeia de Luzia, a 15 km da cidade de Saurimo, com o intuito de libertar o cidadão Gildo Lova “Comandante Trovoada”, que tinha sido detido por posse ilegal de arma de fogo.

Do ataque, cinco jovens do grupo de marginais foram mortos pela polícia, enquanto dois ficaram feridos e 28 elementos acabaram por ser detidos.

A Polícia Nacional (PN) esclareceu na ocasião que, por volta da meia-noite, do dia 31 de Outubro, um grupo armado com AKM-47, pistolas, facas, catanas, ferros e alicates, tentou resgatar da cadeia de Luzia, na cidade de Saurimo, um cidadão que se encontrava detido e que da invasão resultou na morte de cinco pessoas.

“Os homens foram atingidos mortalmente quando abriram fogo contra os efectivos dos Serviços Prisionais (SP) que se encontravam em serviço na referida madrugada”, referiu o comunicado do Comando Provincial da Polícia Nacional na Lunda-Sul.

A PN revelou na ocasião que três agentes dos Serviços Prisionais ficaram feridos em consequência desta acção.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.