- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Política Cuando-Cubango: Há mil milhões de dólares para fazer "boas estradas"

Cuando-Cubango: Há mil milhões de dólares para fazer “boas estradas”

O Governo central tem disponíveis cerca de mil milhões de dólares, obtidos através da linha de crédito da Alemanha, para asfaltar dois importantes troços rodoviários das estradas nacionais 140 e 285, na província do Cuando Cubango.

A informação foi avançada, ontem, em Menongue, pelo primeiro secretário do Comité Provincial do MPLA no Cuando Cubango, Júlio Bessa. Ao intervir na VIII reunião ordinária do Comité Provincial do MPLA, interrompida sábado, devido ao incêndio que deflagrou no espaço onde decorria, Júlio Bessa disse que o dinheiro será empregue no troço rodoviário Caiúndo/Catuitui (EN-140), numa extensão de 340 quilómetros.

Outro troço a ser reabilitado é o do Bondo-Caíla, até à sede municipal do Dirico (EN-285), passando por Calai, numa extensão de 300 quilómetros.

Realçou a importância deste empreendimento que visa melhorar a circulação de pessoas e bens nos municípios da orla fronteiriça (Cuangar, Calai e Dirico) para a cidade de Menongue, capital da província.

O referido projecto, disse, enquadra-se no programa de desenvolvimento da província, denominado KK-2050, acrescentando que, algumas actividades previstas já estão em execução, com realce para a construção de 50 quilómetros da estrada que liga Cuchi ao Cutato. “Assim que a situação do país melhorar, vamos dar arranque à construção destas estradas que, de certa forma, vão impulsionar o desenvolvimento da província, permitindo que empresários namibianos e de outros países venham investir na região sem dificuldades de transportar a mercadoria”, disse.

O também governador da província garantiu que o Governo vai continuar a apostar na construção de infra-estruturas, com realce para a terraplanagem das vias secundárias e terciárias, distribuição de energia e água, escolas, centros de saúde e outras que facilitem a vida das pessoas. Reafirmou a aposta na agricultura familiar, no sentido de erradicar a fome na província.

“Ninguém, com fome, trabalha, pensa ou tem conforto nas suas atribuições diárias, razão pela qual estamos focados no incentivo à produção de bens alimentares”, disse. Júlio Bessa assegurou que o Governo está a trabalhar para minimizar as carências alimentares que as famílias da região enfrentam, no sentido de reduzir as bolsas de pobreza na província.

“O Cuando Cubango é rico em termos de disponibilidade de recursos hídricos e das características dos seus solos, por isso temos como meta o desenvolvimento da agricultura familiar e, numa fase posterior, a agricultura de rendimento”, sublinhou. Para que tudo isso seja possível é necessário que tenhamos estradas em condições para que os camponeses possam escoar os produtos do campo para a cidade e vice versa, para que tenhamos um futuro promissor.

Carla Cativa eleita 2ª secretária do MPLA

Carla Cativa foi eleita, ontem, em Menongue, Cuando Cubango, segunda secretária do Comité Provincial do MPLA, em substituição de José Martins, agora administrador municipal do Cuito Cuanavale. A eleição aconteceu na oitava reunião ordinária do Comité Provincial do MPLA, com 115 votos e 16 contra.

Carla Cativa exerceu, antes, o cargo de vice-governadora do Cuando Cubango para o sector Económico, Político e Social.

A reunião contou com a participação de 136 membros do partido e foi acompanhada, por videoconferência, pela coordenadora do grupo de acompanhamento do partido na região, Maricela Marinho da Silva. O primeiro secretário do MPLA, Júlio Bessa, disse tratar-se de uma eleição inédita, salientando que desde a fundação do MPLA é a primeira vez que uma mulher ocupa o referido cargo na província.

“A escolha foi bem aplaudida por todos os militantes, pelo facto de Carla Cativa ser uma militante bem conhecida e reúne qualidades aceitáveis”, afirmou.

Júlio Bessa defendeu que a revitalização das estruturas de base do partido deve ser sistemática, visando a promoção efectiva da coesão e unidade entre todos os militantes, de modo a renovar o voto de confiança do eleitorado para os próximos desafios políticos. A reunião aprovou o projecto “O meu sábado é meu CAP”, que visa reforçar a revitalização permanente das organizações de base.

- Publicidade -
FonteJA
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.