- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Covid-19 Covid-19: Angola reporta mais três mortes, 16 novos casos e 17 recuperados

Covid-19: Angola reporta mais três mortes, 16 novos casos e 17 recuperados

Angola registou, nas últimas 24 horas, mais 16 casos positivos da Covid-19, três óbitos e 17 pacientes foram recuperados.

A informação foi dada, ontem, pelo secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, durante o habitual encontro com os jornalistas para a actualização da situação epidemiológica do país. Franco Mufinda disse que os casos infectados são todos de Luanda e foram detectados nos municípios de Cacuaco, Belas, Viana, Cazenga e no distrito da Ingombota.

Informou que os pacientes têm idades compreendidas entre 20 e 78 anos, sendo 12 do sexo masculino e quatro do sexo feminino. O secretário de Estado anunciou que ontem dois cidadãos angolanos (um homem de 70 anos e uma mulher de 51) e um etíope de 46 anos faleceram em consequência da Covid-19, cujas comorbilidades são hipertensão arterial e diabetes.

Acrescentou que as autoridades sanitárias conseguiram recuperar, nas últimas 24 horas, 17 pacientes, sendo 16 de Luanda e uma da província de Cabinda.

Mais de cem cidadãos regressaram da RDC

Franco Mufinda informou que 112 cidadãos angolanos que estavam retidos na República Democrática do Congo (RDC) regressaram ontem a Luanda e já cumprem quarentena institucional num dos centros de Luanda.

Ainda ontem, segundo o secretário de Estado, deu-se início, no Hospital Américo Boavida, à testagem de 65 cidadãos que vieram do exterior, tendo um dos resultados dado reactivo IGG. O governante assegurou que o trabalho vai ter continuidade a nível das direcções municipais de saúde e hospitais de referência.

Reafirmou que a Comissão Multissectorial continua com as actividades de vigilância epidemiológica, formação de técnicos, mobilização de meios de diagnóstico, de biossegurança e de tratamento. O secretário de Estado voltou a recomendar a lavagem frequente das mãos com água e sabão ou desinfectá-las com álcool-gel, a utilização da máscara facial, o distanciamento físico, a não discriminação de pessoas que já estiveram infectadas com a Covid-19 e a não violação de cercas sanitárias.

“A Covid-19 continua a ser um problema de responsabilidade individual e colectiva. Só podemos vencer a doença quando houver o envolvimento de todos os cidadãos”, alertou o secretário de Estado.

Situação epidemiológica

Com os dados avançados das últimas 24 horas, o secretário de Estado para a Saúde Pública informou que o país tem um total de 2.981 casos positivos, dos quais 120 óbitos, 1.215 recuperados e 1.646 activos. Dos pacientes activos, quatro estão em estado crítico a receber tratamento por ventilação mecânica invasiva, 19 em situação grave, 48 são considerados moderados, 44 com sintomas leves e 1.531 são assintomáticos.

Franco Mufinda informou, também, que 375 pacientes estão internados nos centros de tratamento da Covid-19 a nível do país. No domínio laboratorial, o secretário de Estado informou que nas últimas 24 horas foram processadas 379 amostras por RT-PCR, das quais 16 positivas e 363 negativas. Desde o início da pandemia foram processadas 60.572 amostras, sendo 2.981 positivas e 57.591 negativas.

No capítulo da quarentena institucional, ontem as autoridades sanitárias deram alta a 29 cidadãos, sendo 18 em Luanda, oito na Huíla, duas no Cuando Cubango e um na província do Bié. De acordo com o governante, nesta altura 535 cidadãos estão em quarentena institucional e 4.756 sob investigação epidemiológica.

Franco Mufinda informou que o Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) registou 87 chamadas, todas relacionadas a pedidos de informação sobre a pandemia da Covid-19.

- Publicidade -
FonteJA
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.