- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Economia Fitch desce 'rating' de Angola para CCC indicando possível 'default'

Fitch desce ‘rating’ de Angola para CCC indicando possível ‘default’

A agência de notação financeira Fitch Ratings desceu esta sexta-feira o ‘rating’ de Angola para CCC, indicando que há uma possibilidade real de Incumprimento Financeiro (‘default’), devido ao significativo aumento da dívida pública e deterioração das finanças públicas.

“A descida do ‘rating’ reflete o significativo aumento na dívida pública, a reduzida flexibilidade do financiamento externo, como é evidente na forte subida dos juros da dívida, e a decrescente liquidez externa”, diz a Fitch Rating na explicação da ação de rating, que surge menos de seis meses da última revisão em baixa, em março.

“A sustentabilidade da dívida pública piorou e as debilitadas finanças públicas vão inibir as autoridades de baixarem significativamente o nível da dívida durante os próximos dois anos”, argumentam, prevendo que no final deste ano o rácio da dívida sobre o PIB suba para 129%, o que representa “850% das receitas do Governo, mais do dobro da média dos países com rating B, com 356%, e é indicativo das dificuldades de Angola em aumentar a receita não petrolífera”.

Para os analistas desta agência de ‘rating’ detida pelos mesmos donos da consultora Fitch Solutions, “a combinação dos baixos preços do petróleo e os cortes na produção devido ao acordo com a Organização dos Países Exportadores de Petróleo vai baixar as receitas petrolíferas em 3 a 4 pontos percentuais do PIB face ao valor de 2019”, fazendo o custo de servir a dívida subir para 48,3% do total da receita, mais do triplo da média dos países a que a Fitch atribui o ‘rating’ de B.

Mesmo prevendo um aumento do défice de 3,5% em 2019 para 4,3% este ano, a Fitch Ratings estima que o valor melhore nos próximos anos com a recuperação dos preços do petróleo e as novas medidas fiscais adop

tadas pelo Governo de João Lourenço, “mas a dinâmica desfavorável da dívida vai manter o peso da dívida alto”, acima dos 120% até 2022.

O custo de servir a dívida pública de Angola deverá aproximar-se dos 7 mil milhões de dólares [quase 6 mil milhões de euros], ou 12,3% do PIB, este ano, mas 2,5 mil milhões de dólares [2,1 mil milhões de euros] em dívida bilateral deverá ser reestruturada, no seguimento do acordo alcançado com o Clube de Paris, que servirá de exemplo para outros credores oficiais, nomeadamente a China, que detém mais de 40% da dívida externa do país, acrescenta a Fitch Ratings.

Os restantes 4,4 mil milhões de dólares [3,7 mil milhões de euros] deverão ser pagos “através de uma combinação de empréstimos multilaterais, recurso ao fundo soberano e às reservas externas”.

Assim, concluem, “o país deverá conseguir garantir as suas necessidades externas de financiamento este ano, mas a globalidade da posição externa da economia de Angola vai continuar a enfraquecer, o que aumenta o risco de um evento de incumprimento financeiro [‘default’, no original em inglês] nos próximos anos”.

- Publicidade -
- Publicidade -

Conferência Internacional de Arbitragem aborda ‘Resolução de conflitos em tempos de mudança’

Adicionalmente, em formato de workshop, será abordada a Resolução de Disputas no Desporto Profissional. Resolução de Conflitos em Tempos de Mudança é o tema fulcral...
- Publicidade -

TPA apresenta reportagens sobre corrupção em Angola

A Televisão Pública de Angola (TPA) iniciou, na segunda-feira, a apresentação de uma série de 11 reportagens intituladas “O Banquete”, que mostra como altas...

Morreu Diego Maradona, avança a imprensa argentina

Antiga estrela do futebol tinha 60 anos. A antiga estrela do futebol mundial, Diego Armando Maradona, morreu esta quarta-feira aos 60 anos, avança a imprensa argentina. Maradona,...

Músico Teta Lágrimas aponta aumento da qualidade no produto musical angolano (Vídeo Fair Play)

Membro de uma família de músicos, que desde criança se apaixonou pela arte, Teta Lágrimas considera que a música angolana ganhou muito nos últimos...

Notícias relacionadas

Conferência Internacional de Arbitragem aborda ‘Resolução de conflitos em tempos de mudança’

Adicionalmente, em formato de workshop, será abordada a Resolução de Disputas no Desporto Profissional. Resolução de Conflitos em Tempos de Mudança é o tema fulcral...

TPA apresenta reportagens sobre corrupção em Angola

A Televisão Pública de Angola (TPA) iniciou, na segunda-feira, a apresentação de uma série de 11 reportagens intituladas “O Banquete”, que mostra como altas...

Morreu Diego Maradona, avança a imprensa argentina

Antiga estrela do futebol tinha 60 anos. A antiga estrela do futebol mundial, Diego Armando Maradona, morreu esta quarta-feira aos 60 anos, avança a imprensa argentina. Maradona,...

Músico Teta Lágrimas aponta aumento da qualidade no produto musical angolano (Vídeo Fair Play)

Membro de uma família de músicos, que desde criança se apaixonou pela arte, Teta Lágrimas considera que a música angolana ganhou muito nos últimos...

Angola com reservas internacionais líquidas de 8,4 mil milhões dólares

Angola possui 8.4 mil milhões de dólares norte-americanos de reserva internacional, que cobrem cerca de 11 meses de importações. A informação foi prestada nesta terça-feira...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.