- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Sociedade Falsificação de produtos: Associação de defesa dos consumidores ajuda a desmantelar rede...

Falsificação de produtos: Associação de defesa dos consumidores ajuda a desmantelar rede no Sambizanga

O Serviço de Investigação Criminal e a Administração do Distrito Urbano do Sambizanga desmantelaram recentemente uma rede que falsificava produtos diversos que eram posteriormente revendidos naquela parcela de Luanda.

A denúncia da Associação Angolana de Ajuda ao Consumidor (AAAC), que fez parte da equipa de trabalho, levou a detenção de, pelo menos, 12 pessoas e a apreensão de diversos bens, dos quais, produtos alimentares nocivos para a saúde.

O Serviço de Investigação Criminal e a Administração do Distrito Urbano do Sambizanga desmantelaram uma rede que falsificava produtos diversos no Sambizanga.
(Foto cedida)

De acordo com Pedro Bala, porta-voz da AAAC, o desmantelamento desta rede só foi possível depois de terem flagrado, neste distrito de Luanda, vários focos onde era feita a comercialização de produtos nocivos para a saúde.

A actividade estava inserida nas festividades do Dia Mundial do Consumidor, que se assinalou a 15 de Março.
(cedida pela fonte)

“Esses produtos, depois de verificados, notamos que já se encontravam com as datas de validade vencidas e, ainda assim, estavam a ser comercializados com normalidade”, explicou, para depois sublinhar que, em função da gravidade da situação, foi necessário cooperar com a administração e os Serviços de Investigação Criminal (SIC) para se acabar com estas irregularidades que colocam em risco a saúde e a vida dos consumidores angolanos.

Entretanto, garante, a Associação Angolana de Ajuda ao Consumidor vai continuar a fazer o seu trabalho, “enquanto parceiro do Estado, para conseguirmos descortinar outras irregularidades e desencorajar a venda, por parte dos fornecedores de bens e serviços, de produtos não aptos para o consumo”.

Tomás Bica
(FOTO: LUIS DO NASCIMENTO)

Tomás Bica reconhece trabalho da AAAC
Depois do desmantelamento da rede que se dedicava a falsificação e venda de produtos nocivos para a saúde, Tomás Bica, administrador do Distrito Urbano do Sambizanga referiu que receberam a denúncia da Associação Angolana de Ajuda ao Consumidor e também da Brigada de Vigilância Comunitária que permanentemente têm estado a colaborar com os Serviços de Investigação Criminal e da Polícia Nacional.

“E graças a essas denúncias, hoje foi possível esta intervenção com esta equipa multisectorial. Encontramos que os produtos a serem comercializados aqui estão expirados e são adulterados”, explicou, apelando aos SIC a fazer o trabalho com sentido de responsabilidade e sentido de Estado.

E diz porquê faz esse apelo: “Tendo em conta que está em causa o problema de saúde pública, uma vez que esses produtos falsificados são comercializados nas praças e diariamente chegam às nossas casas. Por isso, enquanto administração, condenamos veementemente estas práticas e os autores desta acção macabra sejam condenados”.

O Serviço de Investigação Criminal e a Administração do Distrito Urbano do Sambizanga desmantelaram uma rede que falsificava produtos diversos no Sambizanga.
(Foto cedida)

Desencorajadas más práticas
Embora seja uma actividade visível à quem passa pela zona do antigo mercado do Roque Santeiro, os órgãos de fiscalização da administração e da Polícia local nunca pensaram que naquele local pudesse haver inúmeras irregularidades.

Neste sentido, a administração, presume que existam determinadas pessoas a acobertar este tipo de actividade e de práticas, por este facto, depois de ter sido alertada pela Associação Angolana de Ajuda ao Consumidor, desencadeou esta acção para desmantelar esta rede de falsificadores.

“E nós, enquanto administração, no âmbito do combate à corrupção e as más práticas no nosso país, dentro da frase ‘corrigir o que está mal e melhorar o que está bem’, não tivemos outra alternativa senão diligenciar esta acção para que, efectivamente, se ponha cobro a esse tipo de atitude tendo em conta que o Estado angolano gasta muito dinheiro com medicamentos e, afinal, as populações têm estado a consumir produtos impróprios para o consumo fruto do trabalho de muitos angolanos não patriotas que fazem esse tipo de acção”.

- Publicidade -
- Publicidade -

Partidos fazem leituras diferentes à Presidência de João Lourenço

O MPLA, a UNITA e a CASA-CE, as três maiores formações políticas em Angola, divergem-se em relação aos três anos de governação de João...
- Publicidade -

Moçambique não confirma detenção de líder de organização terrorista

O comandante-geral da polícia de Maputo, Bernardino Rafael, não confirmou as informações a circular nas redes sociais que dão conta da detenção em Moçambique...

Com mais armas na mão e um olho na Rússia

A Suécia está a reforçar o poder militar para responder à crescente actividade militar da Rússia e da Organização do Tratado do Atlântico Norte...

Camané, Mário Laginha e Maria Mendes nomeados para os Grammy Latinos

Cerimónia decorrerá a 19 de novembro. Os músicos Camané e Mário Laginha e a cantora Maria Mendes estão nomeados para os prémios de música Grammy Latinos...

Notícias relacionadas

Partidos fazem leituras diferentes à Presidência de João Lourenço

O MPLA, a UNITA e a CASA-CE, as três maiores formações políticas em Angola, divergem-se em relação aos três anos de governação de João...

Moçambique não confirma detenção de líder de organização terrorista

O comandante-geral da polícia de Maputo, Bernardino Rafael, não confirmou as informações a circular nas redes sociais que dão conta da detenção em Moçambique...

Com mais armas na mão e um olho na Rússia

A Suécia está a reforçar o poder militar para responder à crescente actividade militar da Rússia e da Organização do Tratado do Atlântico Norte...

Camané, Mário Laginha e Maria Mendes nomeados para os Grammy Latinos

Cerimónia decorrerá a 19 de novembro. Os músicos Camané e Mário Laginha e a cantora Maria Mendes estão nomeados para os prémios de música Grammy Latinos...

Emir do Kuwait, xeique Sabah morre aos 91 anos, anuncia país

Kuwait anuncia em cadeia nacional a morte de seu emir, o xeique Sabah al-Ahmad al-Sabah, que governou o país árabe desde 2006. O mais velho...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.