- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Brasil Procuradores da Lava Jato em São Paulo pedem demissão coletiva

Procuradores da Lava Jato em São Paulo pedem demissão coletiva

Sete integrantes da força-tarefa da Lava Jato em São Paulo solicitaram afastamento da operação ao Procurador-Geral da República (PGR), Augusto Aras.

Em documento enviado ao PGR os procuradores alegaram “incompatibilidades insolúveis” com a procuradora da Lava Jato, Viviane de Oliveira Martinzes, informou jornal O Globo na noite desta quarta-feira (2).

“Estão à disposição para adotarem providências finais a parte dos casos que vinham sendo conduzidos, e solicitam, para tanto, seja o efeito do desligamento ora solicitado iniciado a partir das datas abaixo discriminadas”, diz o documento, citado pelo O Globo e assinado pela coordenadora do grupo Janice Ascari e outros seis procuradores.

O pedido coletivo de demissão ocorre um dia depois do coordenador da força-tarefa no Paraná, Deltan Dallagnol, anunciar sua saída da operação. O escolhido para assumir a força-tarefa no Paraná foi o procurador do estado Alessandro José Fernandes de Oliveira que, segundo o Ministério Público, tem reconhecida experiência no combate ao crime organizado, e é o membro com maior antiguidade na procuradoria a manifestar interesse e disponibilidade para coordenar os trabalhos no ofício ao qual está vinculado o caso.

A Lava Jato de São Paulo conduz investigações sobre obras como rodoanel e metrô, durante gestões de José Serra e de Geraldo Alckmin, do PSDB, bem como investiga familiares dos ex-presidentes Lula (PT) e Michel Temer (MDB).

Operação Lava Jato
Iniciada em 2014, a Operação Lava Jato envolve uma série de investigações contra suspeitas de um grande esquema de lavagem de dinheiro e corrupção, envolvendo principalmente políticos, funcionários públicos e empresários.

Mais de mil mandados de busca, apreensão, prisão temporária, prisão preventiva e condução coercitiva já foram feitos ao longo das dezenas de fases operacionais.

- Publicidade -
FonteSputnik
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.