- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Portugal Novo Banco: Bloco de Esquerda pede comissão de inquérito

Novo Banco: Bloco de Esquerda pede comissão de inquérito

O Bloco de Esquerda vai propor a constituição de uma comissão parlamentar de inquérito ao Novo Banco para apurar todas as responsabilidades.

“O Novo Banco custou 8 mil milhões de euros ao Estado e aos contribuintes portugueses. Não é uma brincadeira, não era inevitável e é preciso apurar responsabilidades. É por isso que o grupo parlamentar do BE decidiu avançar para uma comissão de inquérito”, revelou Mariana Mortágua numa conferência de imprensa no parlamento, em Lisboa.

O anúncio foi feito esta quarta-feira pela deputada Mariana Mortágua, que adiantou que o partido quer apurar responsabilidades porque não desiste “de proteger o interesse público”.

“Não aceitamos que este buraco no Novo Banco seja inevitável e tenha que ser pago com o dinheiro de todas e de todos os contribuintes portugueses. Procuraremos transparência, procuraremos encontrar as decisões que poderiam ter sido evitadas e também os seus responsáveis.”

AUDITORIA REVELA PERDAS DE MAIS DE 4 MIL MILHÕES NO NOVO BANCO
A auditoria externa ao BES e ao Novo Banco revelou na terça-feira perdas líquidas de 4.042 milhões de euros no Novo Banco e, segundo o Governo, o “relatório descreve um conjunto de insuficiências e deficiências graves” até 2014.

“O relatório descreve um conjunto de insuficiências e deficiências graves de controlo interno no período de actividade até 2014 do Banco Espírito Santo no processo de concessão e acompanhamento do crédito, bem como relativamente ao investimento noutros activos financeiros e imobiliários”, de acordo com o comunicado, divulgado esta madrugada, pelo Ministério das Finanças.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.