- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Ásia Índia torna-se o terceiro país no mundo com o maior número de...

Índia torna-se o terceiro país no mundo com o maior número de mortes por Covid-19

A Índia registou 1.045 mortes provocadas pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, elevando o total desde o início da pandemia para 66.333 óbitos e ultrapassando o México, com 65.241, segundo o balanço mais recente.

O país, que já era o terceiro do mundo com o maior número de infecções, atrás dos Estados Unidos e Brasil, passou agora a ser também o terceiro com o maior número de mortos, depois daqueles dois países.

PAÍS REGISTOU 78.357 CASOS NAS ÚLTIMAS 24 HORAS
A Índia voltou a ultrapassar os 78 mil casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, elevando o total de infecções para 3,7 milhões desde o início da pandemia, de acordo com dados do Ministério da Saúde indiano.

Nas últimas 24 horas, o país registou 78.357 novos casos, ligeiramente abaixo do balanço do dia anterior, segundo o Ministério da Saúde.

A Índia é actualmente o país com a mais rápida propagação da doença no mundo, tendo batido em 30 de Agosto o recorde mundial de novas infecções num só dia, com 78.761 contágios, e ultrapassando as 78 mil novas infecções diárias há vários dias.

A manter-se a actual taxa de propagação da doença, é provável que ultrapasse em breve o Brasil em número de contágios, país que contabiliza 3,9 milhões de casos desde o início da pandemia.

PERTO DE 44 MILHÕES DE TESTES REALIZADOS DESDE O INÍCIO DA PANDEMIA
A Índia realizou quase 44 milhões de testes desde que a pandemia começou, informou hoje o Conselho Indiano de Investigação Médica, o principal organismo de investigação médica na Índia.

A pandemia do coronavírus que provoca a Covid-19 já provocou pelo menos 851.071 mortos e infectou mais de 25,5 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência de notícias France-Presse (AFP).

A doença é transmitida por um novo coronavírus detectado no final de Dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.