- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Cultura Música O músico moçambicano que reinventa instrumentos tradicionais

O músico moçambicano que reinventa instrumentos tradicionais

Em Marracune, a 30 quilómetros de Maputo, Ivan Mucavele produz e reinventa instrumentos usados na música tradicional moçambicana. No seu atelier, ele faz novas versões de instrumentos como timbila e xitende e batuque.

Atelier do artista
No atelier Mukhambira, encontramos o músico Ivan Mucavele. Aqui, ele fabrica instrumentos utilizados na música tradicional moçambicana. Neste espaço, no distrito de Marracuene, a 30 quilómetros de Maputo, o artista inventa e reinventa peças que hoje também podem ser vistas na música moderna de Moçambique.

Timbila
Este instrumento pode ser confundido com a timbila, mas o artista explica que é um xilofone que ele mesmo reinventou. Este instrumento foi adaptado de uma mbirra (outro instrumento que veremos mais adiante) para um xilofone.

Viola com coluna
Esta é outra reinvenção de Mucavele. Este instrumento que se parece a uma guitarra leva um captador que, por sua vez, conecta-se a um amplificador. Chama-se “mpankwe” e é um instrumento do norte de Moçambique, nomeadamente Cabo Delgado, Nampula e parte do Niassa.

Este instrumento chama-se xitende.
(DR)

Xitende
Este instrumento chama-se xitende. Tradicionalmente leva um pau e uma cabaça (esta “barriguinha” com uma perfuração). Geralmente ele tem um fios, mas aqui ele foi curiosamente reinventado e adaptado a dois fios e afinadores convencionais. Trata-se de uma nova proposta do artista para ser usada na produção musical. Esta nova versão de xitende foi rebaptizada de “xitandambire”.

Piano
Esta é a “mbirra” que durante a colonização portuguesa foi banida, tal como outros instrumentos tradicionais. Mucavele recuperou o instrumento, reinventou e baptizou com o nome de “dzavanyungue”, cuja origem é de Tete. E, como se pode ver, tem três teclados.

Este é “contrabaixo” muito usado na produção musical do norte de Moçambique.
(DR)

Caixa viola
Este é “contrabaixo” muito usado na produção musical do norte de Moçambique. Geralmente leva uma corda. Este instrumento evolui para aquelas guitarras convencionais produzidas com recurso a uma caixa de madeira. Com o “contrabaixo” toca-se qualquer música, segundo explicações do artista.

Som panela
Este instrumento é uma caixa de ressonância. Os teclados foram feitos numa peça que se confunde com uma panela. O som que sai é mais aberto, como se fosse de um fio muito fino de uma guitarra convencional.

A principal diferença do piano redondo está na elevação das suas laterais.
(DR)

Piano redondo
A principal diferença do piano redondo está na elevação das suas laterais. Com esta forma, o instrumento fica como uma espécie de roda, emite um som mais abafado, que se compara com um fio grosso de uma guitarra.

Conga
A conga também já é modernizada. Esta foto mostra o instrumento ainda na fase de construção. No ateliê Mukhambira, a conga é feita de madeira e com intervalos, para ter uma sonoridade diferente das congas modernas.

Batuque
É um instrumento muito usado em diversas manifestações culturais de Moçambique em particular. Já não é uma invenção do artista. O corpo do batuque é feito de madeira e, na parte de cima, a cobertura é de pele de animal – como boi ou cabrito.

Xizambi
É da família dos arcos tradicionais como xipendane e xitende. O som que se emite neste instrumento é praticamente o mesmo que sai do xitende, dependendo da colocação ou não de uma cabaça.

Este instrumento africano é chamado de arpa.
(DR)

Viola
Este instrumento africano é chamado de arpa. A sua origem é queniana e ugandesa. O artista reinventou este instrumento com uma adaptação de na afinação. O seu objectivo foi produzir um outro som, diferente das arpas originais que se assemelham ao som da mbirra.

Artista na oficina
Aqui vê-se Mucavele em pleno trabalho de construção de instrumentos musicais. O músico usa martelo, chaves de fenda, alicates e outras ferramentas de carpintaria e serralharia para trabalhar a madeira e os metais a fim de inventar e reinventar instrumentos.

- Publicidade -
FonteDW
- Publicidade -

Governador apela ao rigor e profissionalismo na saúde

O governador do Namibe, Archer Mangueira, apelou, na sexta-feira, aos quadros da saúde rigor, profissionalismo e um atendimento mais humanizado dos utentes das unidades...
- Publicidade -

Agostinho Neto é marca indelével da política angolana

Agostinho Neto marca indelevelmente a política angolana e é o ponto de partida da evolução desta, tendo proclamado a independência de Angola em 11...

Corrida à presidência do CPA com candidato único

As eleições no Comité Paralímpico Angolano (CPA) para o quadriénio 2020/24 terão apenas um candidato, Leonel da Rocha Pinto, fazendo jus à história desde...

Zaire: Baleia de seis metros encontrada morta no Nzeto

Uma baleia com seis metros de comprimento foi encontrada morta sexta-feira, na baía da comuna da Musserra, município do Nzeto, na província do Zaire. O...

Notícias relacionadas

Governador apela ao rigor e profissionalismo na saúde

O governador do Namibe, Archer Mangueira, apelou, na sexta-feira, aos quadros da saúde rigor, profissionalismo e um atendimento mais humanizado dos utentes das unidades...

Agostinho Neto é marca indelével da política angolana

Agostinho Neto marca indelevelmente a política angolana e é o ponto de partida da evolução desta, tendo proclamado a independência de Angola em 11...

Corrida à presidência do CPA com candidato único

As eleições no Comité Paralímpico Angolano (CPA) para o quadriénio 2020/24 terão apenas um candidato, Leonel da Rocha Pinto, fazendo jus à história desde...

Zaire: Baleia de seis metros encontrada morta no Nzeto

Uma baleia com seis metros de comprimento foi encontrada morta sexta-feira, na baía da comuna da Musserra, município do Nzeto, na província do Zaire. O...

MPLA denuncia campanhas contra Angola

O Bureau Político do MPLA denunciou, neste sábado, as campanhas de intoxicação movidas contra as instituições do Estado angolano e o Presidente da República,...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.