- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Vida Saúde Covid-19: Mais de mil infectados estão em isolamento domiciliar

Covid-19: Mais de mil infectados estão em isolamento domiciliar

Mil e 145 pacientes, do universo de 1.454 dos doentes activos de Covid-19 em Angola, estão internados nas suas residências (isolamento domiciliar), sendo que apenas 309 encontram-se nos centros de tratamento no país, informou este domingo, em Luanda, o secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda.

A implementação da quarentena e do isolamento domiciliar no país, que visa reduzir os custos com internamento de pacientes assintomáticos e libertar espaço nos hospitais, para doentes graves e críticos de Covid-19, teve início no dia 22 deste mês, em todo território nacional.

A quarentena domiciliar aplica-se aos cidadãos nacionais, diplomatas e estrangeiros residentes em Angola provenientes do exterior com um teste negativo de pré-embarque, realizado 72 horas antes da viagem.

Enquanto isso, os cidadãos estrangeiros não residentes continuam a cumprir a quarentena institucional.

Já o isolamento domiciliar é destinado ao cidadão que tenha testado positivo à covid-19 sem apresentar sintomas da doença (assintomático), devendo ser isolado num quarto ou anexo independente, para não ter contacto directo com ninguém.

Ambas as medidas (quarentena e isolamento domiciliar) são acompanhadas da avaliação de risco e seguimento das pessoas desde o primeiro dia até o momento de alta, que será dada somente pelas autoridades sanitárias.

O tempo do isolamento poderá ser de até 14 dias, dependendo sempre da evolução da doença e dos resultados dos testes.

Com o diagnostico de 73 novos caos e 22 recuperados, nas últimas 24 horas, Angola soma um total de 2.624 casos confirmados de covid-19, com 107 óbitos, 1.063 pacientes recuperados e 1.454 activos.

Entre os doentes activos, dois estão em estado crítico com ventilação mecânica invasiva, 23 graves, 36 moderados, 47 leves e 1.346 assintomáticos.

- Publicidade -
FonteAngop
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.